01 Vocabulários e Periódicos de Economia. Vocabularies of Economics

VOCABULÁRIO E PERIÓDICOS DE ECONOMIA. VOCABULARY OF ECONOMICS. PROF. DR. DARCY CARVALHO. FEA USP. SÃO PAULO. BRAZIL, 2020. STUDIES IN MEDIEVAL AND MODERN LATIN
Contents:  01 02 02 03 03 04 05

The economic vocabulary of modern Latin can be easily obtained directly from contemporary economic texts of any vernacular. In the vernacular we can find the necessary neologisms. Only practice will lead us to a natural style in Latin.

O vocabulário econômico do latim moderno pode ser facilmente obtido diretamente dos textos econômicos contemporâneos de qualquer língua vernácula. No próprio vernáculo poderemos encontrar os neologismos necessários. Somente a prática nós levará a um estilo natural em latim. Vejamos um exemplo:

BABY BOOMERS COME OF AGE. INFANTES NATI POST BELLO SENECESCUNT.
The theory of supply and demand can explain what happens in the labor markets and suggests that the demand for nurses will increase as healthcare needs of baby boomers increase, as Figure 4.10 shows. The impact of that increase will result in an average salary higher than the $67,490 earned in 2015 referenced in the first part of this case. The new equilibrium (E1) will be at the new equilibrium price (Pe1). Equilibrium quantity will also increase from Qe0 to Qe1.
Principles of Economics, Economics and the Economy, 2e. by Timothy Taylor, published in 2011

INFANTES NATI POST BELLO MATURESCUNT, IDEST SENECESCUNT. 
INTERPRETATIO LATINATheoria offertae et demandae potest explicare id quod accidit in mercatis laboralibus. Demanda per labores in area salutis (naturaliter) crescunt quum necessitates curae medicae infantium natorum post bello augmentant. Impactum huius augmenti  in altiores medias resultabit, magis quam $67,490,  anno 2015, quomodo vidimus in prima parte huius exempli. Novum aequilibrium (E1) inter offerta et demanda erit ad novum pretium (Pe1)..
VOCABULARIUM. theoria offertae et demandae , mercatus laboralis, potest explicare, mercati laborales, suggerire, crescita, necessitatis, figura, imago, demonstrare, impactum, crescimentum, salarium medium, maior, altior, referito, referire, prima pars, huius casi, casum, resultare, media, novum aequilibrium, erit, pretium in novo aequilibrio Pe1, quantitas aequilibrio, punctum aequilibrii, a Qe1 ad Qe2. 

01Vocabulario de economía / Eduardo Luís Giménez Fernández, Francisco Xavier Lores Ínsua, coordenadores; Eduardo Luís Giménez Fernández ... [et al.] Vigo: Universidade de Vigo, Servizo de Publicacións, D. L. 2005. 370 p. ; 24cm. – (Materiais lingüístico ; 7). D.L. C-218-2005 – ISBN 84-8158-281-6. 1. Galego (Lingua) – Galego económico I. Giménez Fernández, Eduardo Luís II. Lores Ínsua, Francisco Xavier III. Universidade de Vigo. Servizo de Publicación, ed.   806.99-3:339

O texto, em língua galega, está reproduzido abaixo, em pdf para download: Universidade de Vigo- Vocabulário de Economia

02  A IMPORTÂNCIA DO ESTUDO DO VOCABULÁRIO TÉCNICO DA ECONOMIA

Na descrição e análise dos processos econômicos, os economistas utilizam uma terminologia própria, que identifica com precisão os fenômenos, fatos ou situações econômicas que enfocam. Com o desenvolvimento dos meios de comunicação, a terminologia econômica acabou por ser em grande parte incorporada ao vocabulário culto da língua, sendo correntemente utilizada pela mídia, escrita e falada, no acompanhamento da conjuntura econômica, a nível local, nacional ou mundial.

Por consequência, parte considerável do conteúdo das atividades dos cursos introdutórios de economia consiste na transmissão do vocabulário técnico econômico, grande parte do qual é de formação recente, neológica e estranha aos léxicos tradicionais da língua. Os empréstimos de termos técnicos aos idiomas internacionais são também numerosos e frequentes, muitas vezes utilizados em suas formas originais de permeio com o vocabulário vernáculo, pela dificuldade de traduzí-los adequadamente no idioma nacional.

Este é um fenômeno que ocorre atualmente em todas as línguas do mundo, e não só no português, como consequência da globalização econômica acelerada e da nuclearização da atividade e do pensamento econômicos em torno de algumas economias hegemônicas, cujas línguas se tornam idiomas auxiliares internacionais.

O GLOSSARIO DE TERMOS NEOLÓGICOS DA ECONOMIA 

Cadernos de Terminologia numero 3, publicado pelo CITRAT - FFLCH/USP, sob a coordenação da Prof. Dra. IEDA MARIA ALVES, São Paulo, 2001,ISBN 85-86087-32-7, constitui uma ótima introdução ao estudo do vocabulário técnico da economia, tendo sido composto a partir de textos econômicos publicados na mídia brasileira.

https://archive.org/details/GLOSSRIODETERMOSNEOLGICOSEMECONOMIAIEDAMARIAALVES

https://archive.org/details/NEOLOGISMESECONOMICSENLESLLENGUESROMANIQUESATRAVESDELAPREMSA

Os livros de economia costumam encerrar com um vocabulário de economia. O estudante deve percorrer estes vocabulários assinalando os conceitos  na medida em que forem sendo explicados em aula e podem utilizá-los para pesquisa na internet. Podem ser traduzidos para qualquer outro idioma com o Google Translate e serem reutilizados para novas pesquisas nas línguas neolatinas, no inglês, no alemão ou russo. Livros para aprendizagem rápida desses idiomas podem ser downloadados do site Darcy Carvalho Creator, uma biblioteca digital sobre Economia , Geopolítica [ Geopolitik] e idiomas, especialmente Latim e Grego Moderno.

Excelente e concisa exposição de conceitos de economia pode ser encontrada nas páginas do site  Economics Concepts.com

http://economicsconcepts.com/law_of_demand.htm


03 Revista Galega de Economia. Universidade de Santiago de Compostela.

Revista da Facultade de Ciencias Económicas e Empresariais da Universidade de Santiago de Compostela. Prioridades: Son cuestións prioritarias as relacionadas co desenvolvemento económico de Galicia. España e en Europa, así como outras cuestións científicas relevantes para o benestar económico e calidade da empresa, tanto europeos, norteamericanos e internacionais. No caso de publicacións en español relativas aos países latinoamericanos, a prioridade corresponde a  aqueles con unha ampla perspectiva de interese xeral, e / ou dimensión internacional (comercio exterior, investimentos estranxeiros e outras relacións económicas), especialmente se incluíren relacións entre Europa e América. Os artigos en inglés pode referirse tanto a Europa e América, e tamén poden ser temas de interese xeral relacionados co desenvolvemento mundial.


04 Revista Brasileira de Economia.Fundação Getúlio Vargas.

A Revista Brasileira de Economia (RBE) é a mais antiga publicação de Economia do Brasil, e a segunda mais antiga da América Latina. A RBE é uma revista generalista  que publica artigos sobre as diversas áreas da ciência econômica. Qualquer tema e metodologia podem ser encontrados nas suas páginas, desde que estejam na fronteira do seu ramo de conhecimento, e se pautem pelo rigor e sofisticação que vêm desde o primeiro número.

05 Revistas acadêmicas de economia. 

Esta é uma relação de revistas acadêmicas brasileiras da área de economia

http://www.pensamentoeconomico.ecn.br/hugo/oikonomia/revistas.html

06 Konrad Adenauer Stiftung

Lexique de l’économie sociale de marché. La politique économique de A à Z

Rolf H. Hasse • Hermann Schneider/ Klaus Weigelt (éd.)

Edition française coordonnée par Gudrun Meddeb

http://www.kas.de/wf/doc/kas_9370-1442-3-30.pdf?130408145607


=========================================================================
ARQUIVOS ADICIONADOS
=========================================================================

Ċ
Darcy Carvalho,
7 de jun. de 2015 17:24
Ċ
Darcy Carvalho,
8 de jun. de 2015 02:44
Ċ
Darcy Carvalho,
7 de jun. de 2015 14:22
Ċ
Darcy Carvalho,
7 de jun. de 2015 15:10
Ċ
Darcy Carvalho,
7 de jun. de 2015 16:53
Ċ
Darcy Carvalho,
7 de jun. de 2015 14:51
Ċ
Darcy Carvalho,
7 de jun. de 2015 15:27
Ċ
Darcy Carvalho,
7 de jun. de 2015 15:21
Ċ
Darcy Carvalho,
7 de jun. de 2015 15:36
Ċ
Darcy Carvalho,
9 de jun. de 2015 07:07
Ċ
Darcy Carvalho,
21 de mai. de 2015 17:28
Ċ
Darcy Carvalho,
7 de jun. de 2015 15:00
Ċ
Darcy Carvalho,
7 de jun. de 2015 16:33
Ċ
Darcy Carvalho,
19 de abr. de 2016 10:03
Comments