04 BIBLIOGRAFIA PARA UMA INTRODUÇÃO À ECONOMIA

TEXTOS QUE COBREM O CONTEÚDO DE UM CURSO ELEMENTAR  E TEXTOS PARA DISSERTAÇÕES. PROF. DR. DARCY CARVALHO. FEA USP. SÃO PAULO. BRAZIL. 2020. DISCIPLINA EAE 0110 FUNDAMENTOS DE MICROECONOMIA PARA EDUCAÇÃO FÍSICA.
Contato: darcy@usp.br

AVISO AOS ALUNOS DO CURSO EAE 0110. MICROECONOMIA PARA EDUCAÇÃO FÍSICA
30/06/2020. DE PROF. DR. DARCY CARVALHO. RESPONSÁVEL PELO CURSO EAE 0 110. MICROECONOMIA PARA EDUCAÇÃO FÍSICA: INFORMAÇÃO E ORIENTAÇÕES SOBRE A ENTREGA DAS AVALIAÇÕES ( 2  PROVAS E 1 TRABALHO). PREZADOS ALUNOS: Solicitei à Secretaria do Departamento de Economia da FEA USP autorização para utilizar o Setor de Correpondências, para receber as duas provas e o trabalho escrito  do Curso EAE 0110, deste primeiro semestre de 2020, que hoje se encerra. As aulas presenciais foram interrompidas  em consequência do recesso escolar, por decretado pelo Governo do Estado. Os cursos porém continuaram à distância on-line.  A matéria e a bibliografia foram sendo e estão disponibilizadas no Site Google Darcy Carvalho <01 ECONOMICS. 04 Bibliografia >. A Secretaria do EAE informou que não é possÍvel no momento utilizar os Correios, porque o setor também foi desativado. Sendo assim  e não havendo ainda data certa para a reabertura da FEA, recomendo aos alunos que estejam com o material da avaliação envelopado e pronto para remessa imediata por via postal ou presencial assim que autorizados. Na oportunidade será indicado o endereço e também uma Secretária, que se incumbirá de confirmar o recebimento. A entrega do trabalho e das provas permitirá o registro imediato da  frequência . As correções determinarão a necessidade, ou não, de reavaliação ou  de reprovação. darcy@usp.br  Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo. Departamento de Economia.  FIM DAS ORIENTAÇÕES. FEAUSP. SÃO PAULO, 30/06/2020. 


CONTEÚDO DO CURSO

O que é Economia?  Economia é o conjunto de atividades desenvolvidas pelos homens visando a produção, distribuição e o consumo  de bens e serviços necessários à sobrevivência e à qualidade de vida. No século passado conviveram lado a lado dois tipos de organizações econômicas, as economias socialistas e as economias capitalistas.Nas economias capitalistas a organização das atividades econômicas tem como instrumentos principais o mercado, a propriedade privada e a moeda, mediante a qual se concretizam a grande maioria das transações econômicas. As economias contemporâneas são abertas, isto é, realizam trocas internacionais de bens, serviços e fatores de produção. 

A Ciência Econômica é uma ciência social, que estuda o funcionamento das economias capitalistas, sob o pressuposto do comportamento racional do homem econômico, ou seja, da busca da alocação eficiente dos recursos escassos entre inúmeros fins alternativos. Nesse sentido, a Ciência Econômica visa compreender como uma economia, a de um país,  resolve os três problemas econômicos básicos: 1) O quê e quanto produzir? 2) Como produzir? e 3) Para quem produzir? Ou seja, o estudo da eficiência e da equidade. Contudo, no mundo contemporâneo, a sustentabilidade da produção para as gerações futuras se impõem como um quarto problema econômico básico, exigindo que se repense o crescimento econômico e o próprio sentido coletivo do consumo em permanente expansão sem propiciar um verdadeiro bem-estar às sociedade humanas.

Adicionalmente, não se pode desprezar o fato de que a Ciência Econômica é multidisciplinar, na medida em que estuda a produção e consumo da imensa variedade de bens e serviços existentes, os quais envolvem concepções e determinantes inerentes a outras ciências, como as da Agronomia, da Engenharia, do Trabalho, da Educação, da Saúde, da Nutrição, da Política, entre tantas outras. A Matemática, a Geografia, a História e a Geopolítica são também instrumentos essenciais da panóplia do economista. A Ciência Econômica, anteriormente denominada Economia Política, e como tal ensinada durante todo o século XIX, teve e continua a ter diversas correntes e divisões. Atualmente, predomina nas universidades do mundo a chamada Economia Neoclássica. 

Do ponto de vista da corrente neoclássica, a Economia é estudada em dois níveis: a Microeconomia e a Macroeconomia. A Microeconomia é o ramo da Ciência Econômica que estuda a formação de preços, a principal variável que orienta a alocação de recursos no contexto das economias capitalistas. Discute a funcionalidade do mercado para garantir a  organização e distribuição eficientes dos recursos escassos. Sua unidade de análise são os mercados específicos, examinando o comportamento e a interação dos agentes (consumidores e produtores). A Macroeconomia é o ramo da Ciência Econômica que estuda o comportamento da Economia como um todo, tendo como focos o produto, o emprego, a moeda, e o comércio internacional. É o campo que embasa a atuação do  Estado em suas três funções fundamentais: alocativa, distributiva e estabilizadora. Como ciência a economia tem um método de pensar e uma linguagem própria. 

A análise econômica aplica-se indistintamente aos vários tipos de organizações econômicas nacionais e internacionais e fundamenta o planteamento, formulação e implantação das políticas econômicas dos governos e dos organismos internacionais. O pensar econômico parte do fato básico de que as necessidades das populações humanas  são infinitas enquanto que a escassez caracteriza  a dotação de recursos dos diferentes países. Na descrição e análise dos processos econômicos, os economistas utilizam uma terminologia própria, que identifica com precisão os fenômenos, fatos ou situações econômicas que enfocam. Com o desenvolvimento dos meios de comunicação, a terminologia econômica acabou por ser em grande parte incorporada ao vocabulário culto da língua, sendo correntemente utilizada pela mídia, escrita e falada, no acompanhamento da conjuntura econômica, a nível local, nacional ou mundial. 

Por consequência, parte considerável do conteúdo das atividades dos cursos introdutórios de economia consiste na transmissão do vocabulário técnico econômico, grande parte do qual é de formação recente, neológica e estranha aos léxicos tradicionais da língua. Os empréstimos de termos técnicos aos idiomas internacionais são também numerosos e frequentes, muitas vezes utilizados em suas formas originais de permeio com o vocabulário vernáculo, pela dificuldade de traduzí-los adequadamente no idioma nacional.

O contexto deste curso foi uma das maiores epidemias já experimentadas pelo mundo, nos últimos 100 anos. 

A interrupção temporária dos processos econômicos pelos governos, medida que se revelou  inútil ou meramente paliativa do ponto de vista médico, mas devastadora do ponto de vista econômico, permitiu certamente aos alunos perceber na carne a natureza básica do processo social a que denominamos economia. A epidemia continuará a grassar, pela incapacidade de atendimento de todos os casos graves, pela carência de insumos médicos e de pessoal médico. Continuaremos a ver imensas perdas humanas nos países subdesenvolvidos, superpovoados e super-urbanizados, até que se encontrem meios de contenção do virus.

 Em todos os países, o problema continuará a se agravar pelo comportamento errático  das populações, refratárias à mudança de hábitos e incapazes de seguir instruções, pela arraigada indisciplina social, e pela completa falta de racionalidade dos coletivos. Do ponto de vista puramente econômico, podemos afirmar que a continuação das restrições ao funcionamento normal da economia é impossível e irracional pelo fato de existirem milhões de pessoas sem poupança acumulada ou qualquer outra fonte de subsistência que o seu trabalho diário. Insistir nessa via é assegurar uma catástrofe social e o completo caos. 

A grande vítima desta pandemia será, no nosso caso, a Constituição Brasileira que deverá e poderá ser alterada, a fim de permitir que medidas racionais de governo possam ser rapidamente implementadas, em qualquer tempo, e ainda mais em situações excepcionais como esta que experimentamos. Bona lex est curta lex

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

FEA USP.EAE 0110. FUNDAMENTOS DE MICROECONOMIA PARA EDUCAÇÃO FÍSICA. ANO  2020.

18/06/2020 Encerramento do Curso e Prova Final

Sobre o encerramento do curso. Prezados alunos

Nossa última aula seria no dia 24 com uma terceira prova, como determina o Departamento de Economia. Não podendo ser assim, a avaliação será com base nas duas atividades já prescritas e nesta terceira prova com livre escolha de questões. Esperávamos que nesta data já teríamos aulas presenciais, não sendo assim, como o conteúdo do curso já foi transmitido e está disponível on-line, apresento aqui questões de provas anteriormente aplicadas. 
Terceira Prova. Deverão escolher cinco questões e entregá-las, em papel tamanho almaço e quadriculado, IMPRESSAS, com os anexos cabíveis anteriormente combinados. A entrega de todo o material para avaliação, isto é, do trabalho escrito e das duas provas, será feito na primeira oportunidade em que nos encontrarmos,  depois do dia 30 de junho. Apreciaria receber, junto com a terceira prova, um relatório sobre os problemas que enfrentaram individualmente nesta epidemia. A prova de reavaliação será presencial, em data a ser determinada, se a tanto ajudar engenho e arte.
Vejam o Arquivo 2 TERCEIRA PROVA no pé desta página
=============================================================================

17/06/2020. Sobre o encerramento do curso. Prezados alunos. Esperávamos que neste dia já teríamos uma aula presencial. Todo o conteúdo já  foi transmitido e está disponível de 01 a 04. Nossa última aula seria no dia 24 com uma prova. Não podendo ser assim, a avaliação será com base nas duas atividades já prescritas e numa terceira prova com livre escolha de questões. Amanhã acrescentarei questões de provas anteriormente aplicadas, delas deverão escolher cinco questões e entregá-las como Terceira Prova. A entrega de todo o material será feito na primeira oportunidade em que nos encontrarmos, para este único efeito. Apreciaria receber, junto com a terceira prova, um relátorio sobre os problemas que enfrentaram individualmente nesta epidemia.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
02/06/2020. Textos com Exercícios resolvidos. Foram acrescentados à bibliografia, em forma abreviada,  o texto original e a tradução em português  da oitava edição da obra Microeconomics- Microeconomia dos autores Pyndick Robert e Rubinfeld, que estão disponíveis completas  em vários sites na internet. Trata-se de obra extensa pelos muitos casos, exercícios numéricos e exibições gráficas dos tópicos básicos da microeconomia: demanda, oferta, mercado, produção, custos, equilíbrio das firmas, e tipos de mercados, concorrência perfeita, monopólio, e oligopólio. Estes tópicos são tratados pelos autores com multiplicidade de exemplos e casos. Atividade Requerida. Para nosso curso, neste mês, interessam principalmente as três primeiras partes. A quarta parte pode constituir objeto de um trabalho. A bibliografia também contém um capítulo isolado em português da mesma obra sobre o comportamento do consumidor. Como atividade subsidiária capítulos isolados podem ser resumidos e apresentados como participação no curso.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
19/05/2020. SEGUNDA PROVA. A avaliação normal do Departamento de Economia compreende três provas obrigatórias e outras atividades a critério dos professores, geralmente trabalhos escritos ou apresentações orais. A Universidade ainda prevê a possibilidade de uma prova de reavaliação. Em consequência da decretação súbita do recesso escolar, ainda em vigor, decidimos substituir a primeira prova por um trabalho escrito a ser entregue na primeira semana de aulas. O prolongamento do recesso, nos leva à necessidade de aplicação não presencial da segunda prova, cujo conteúdo apresento abaixo. A segunda prova também deverá ser entregue na semana imediata da reabertura das aulas. A terceira prova somente será aplicada depois de três semanas de aulas e revisão presencial da matéria. CONTEÚDO DA SEGUNDA PROVA. Esta prova consistirá de seis questões  a serem resolvidas com consulta livre da bibliografia fornecida ou daquela encontrada pelo aluno na Internet; compreenderá textos, gráficos, tabelas, figuras, glossários, exercícios numéricos resolvidos, que podem ser apresentados em suas línguas originais, com a devida citação das fontes bibliográficas ou links. As questões devem ser impressas e apresentadas como unidades independentes perfeitamente identificadas e prontas para publicação. São documentos que o Departamento pode exigir como comprovação da participação no curso.  Um pdf completo da prova e do trabalho poderá ser solicitado para apresentação à Universidade  se solicitado.
A solução da prova implicará em pesquisa na internet e/ou na utilização de textos fornecidos em pdf abaixo no pé desta mesma página, e também no site 01 Economics. Prof. Dr. Darcy Carvalho. É permitido copiar e colar gráficos e  tabelas, sem necessidade de refazê-los ou traduzi-los para o português. As inserções devem ser justificadas pelo contexto, e a cada tabela ou gráfico deve corresponder um comentário. Devem considerar a resolução  de cada uma das seis questões como a preparação de uma aula livre sobre o tema. Questão técnica: - evite deixar espaços em branco
INTRODUÇÃO À ECONOMIA. SEGUNDA PROVA 19 de maio de 2020
1 Economia, População, necessidades humanas, consumidores, o dilema trabalho ou fome. 
2 As empresas. Produção e Custos. Sem demanda não existem empresas. Interrelação entre empresas e as cadeias de suprimento.
3 Mercado: modelo básico da análise econômica.  Leis da oferta e da demanda: leis incontornáveis
4 Tipos de mercado na economia real: concorrência perfeita, monopólios, oligopólios e cartéis, a oferta de insumos médicos
5 Panorama do mundo. A pandemia e suas revelações. impotência geral frente às leis biológicas  e a realidade econômica
6 Custos de oportunidade e externalidades da globalização. Governos nacionais e organizações internacionais  
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia também o PDF SEGUNDA PROVA no arquivo de textos ABAIXO

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
05/06/2020. The global situation on this date.

 The Covid-19 epidemic continues to spread and has reached the entire globe, as is the case with any other viral infections of a flu-like nature, with interpersonal contagion. It is not and will not be the first health catastrophe in the world. Historically, it is convenient to remember and read about the plague that struck Athens in the fifth century before the Christian Era, described by the Historian Thucydides, in the second book of his History of the War between Athenians and Spartans. Behaviorally,  human being has not changed anything, in this space of twenty-five centuries. In Athens, too,corpses were abandoned on the streets, due to the lack of pyres or refrigerated cars, and the gods were scolded for allowing such a calamity, despite the sacrifices and offerings that were offered to them. The difference in the present case is that this virus did not spread in silence, tacitly accepted, like the previous ones, but was widely reported, globally, with journalistic fanfare and strong political and geopolitical tinctures. It was followed, day by day, country by country and live by television and newspapers, provoking chaotic and demagogic reactions from governments in each country, states and municipalities, all, without exception, accused of not being able to prevent international contagion, neither could they avoid inter-city contagion within each country, lacking social discipline, unanimous understanding and collaboration of the populations. As for isolation, unanimously recommended by the world's "medical authorities", logical from a strictly medical point of view, it proved catastrophic for social and economic organization. Staying locked up at home didn't solve anything and destroyed everything. Postponing the reopening of economies at this time is irrational. See and register for Brazilian anecdotal history the attempt by the São Paulo city hall to prevent by decree the free circulation of vehicles on the main road axes of the city, to persuade people to stay home ... In the end, when the epidemic passes, the biggest victim will be China and the globalization that allowed the Chinese rise, starting the economic decay of the West, evident in the lack of medicines, clothing and medical equipment. The way out now is simple and inevitable, restoring transport and trade, first and immediately, and letting everyone, companies and people, take care of their own businesses and lives, and the responsibility for their own death.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
06/05/2020. A conjuntura mundial nesta data. A epidemia do Covid-19 continua a grassar e já atingiu todo o globo, tal como costuma ocorrer com quaisquer outras infecções viróticas de natureza gripal, de contágio interpessoal. Não é nem será a primeira catástrofe sanitária do mundo. Historicamente, convém relembrar e ler sobre a praga que atingiu Atenas, no século quinto antes da Era Cristã, descrita pelo Historiador Tucídides, no livro segundo da sua Historia da Guerra entre Atenienses e Espartanos. Comportamentalmente, o ser humano não mudou nada, neste espaço de vinte e cinco séculos. Em Atenas os cadáveres também foram abandonados pelas ruas, por falta de carros frigoríficos,  e os deuses escoldados por permitirem tamanha calamidade, apesar dos sacrifícios e oferendas que lhes eram oferecidos. A diferença do caso presente  é que esta virose não se espalhou em silêncio, tacitamente aceita, como as anteriores, mas sim foi noticiada amplamente, globalmente, com alarde jornalístico e fortes tinturas políticas e geopolíticas. Foi acompanhada, dia a dia, país por país e ao vivo pelas televisões, e jornais, provocando reações caóticas e demagógicas dos governos em cada país, estados e municípios, todos, sem exceção, acusados de não terem sido capazes de impedir o contágio internacional, nem poderem evitar dentro de cada país, o contagio intermunicipal, faltando a disciplina social e a unanime compreensão e colaboração das populações.  Quanto ao isolamento, recomendado unanimemente pelas "autoridades médicas" mundiais, lógico do ponto de vista estritamente médico, revelou-se catastrófico para a organização social e econômica. Ficar trancado em casa não resolveu nada e destruiu tudo. Adiar a reabertura das economias nesta altura  é irracional. Veja-se e registre-se para a história anedotária brasileira a tentativa da prefeitura municipal de São Paulo de impedir por decreto a livre circulação de veículos nos eixos viários principais da cidade. Ao final, quando a epidemia passar, a maior vítima será a China e a globalização que permitiu a ascensão chinesa, encetando a decadência econômica do Ocidente, patente na carência até de medicamentos, vestuários e equipamentos médicos. A saída é simples e inevitável, restabelecer o transporte e o comércio, e deixar que cada um, empresas e pessoas, cuidem de sua própria vida e se responsabilizem por sua própria morte.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
06/05/2020.  EAE 0110. SUMÁRIO DA MATÉRIA DO MÊS DE ABRIL
1. TEORIA DA PRODUÇÃO E 2. TEORIA DOS CUSTOS- 
     Dominick Salvatore. Teoria da Produção, em pdf abaixo
     Dominick Salvatore. Custos de Produção, em pdf abaixo
     Produção e Custos Tabela Básica para construção das curvas. pdf abaixo
     Exercícios complementares para a Segunda Prova. pdf abaixo
FUNÇÕES DE CUSTOS. Propriedades Geométricas. pdf abaixo
Ambos capítulos de Dominick começam por definições dos VÁRIOS conceitos de produção e custos de produção , terminando com exercícios resolvidos e a resolver. Use papel quadriculado nos resumos .
EXAMINAR também os conceitos de FUNÇÃO DE PRODUÇÃO, ISOQUANTAS e TAXA MARGINAL DE SUBSTITUIÇÃO
FORMULAR, manipular e derivar uma função cúbica de custos. 

EXEMPLO DE FUNÇÃO CÚBICA DE CUSTOS  E CUSTO MARGINAL 
Derivadas. Regras: 1. A derivada de uma soma é a soma das derivadas. 2. Derivada de  funções do tipo y = axn
Representado a derivada de y por  y’ ,  lê-se y -linha , a derivada de y em relação a x  é  y ‘ = naxn-1

Seja,  por exemplo,  TC= 2Q3- 18Q2+60Q+50, que se lê:  
Custo Total. O CT  é igual a 2 x Q elevado a três, menos 18xQ elevado a 2, mais 60xQ mais 50
A derivada do custo total é o custo marginal: 
CT'=CMa= 6Q2-36Q+60, o custo da última unidade produzida.
O custo total se divide em custo fixo mais custo variavel. CT= CV+CF
Custo fixo CF= 50. O custo fixo médio seria CFme= 50/Q.
Custo variável, CV=2Q3-18Q2+60Q, que depende de Q, a quantidade produzida, .  
O custo variável médio seria CVme= 2Q2-18Q+60. 

É fundamental saber obter  a representação gráfica de todas essas funções em papel quadriculado.
A importância teórica da função cúbica de custos é o fato dela exibir custos marginais que , decrescentes numa certa fase da produção, passam por um mínimo e começam a crescer. Num certo nível da produção, o custo marginal iguala o custo médio, continuando a crescer. Esse comportamento reflete o fato de a função de produção obedecer à lei dos rendimentos marginais decrescentes. A parte crescente do custo marginal, acima do custo variável médio é a curva de oferta da firma.
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
1 Lista de Exercícios. Enviei lista com 30 páginas de exercícios típicos de microeconomia resolvidos.
2 Papel da Moeda Na Economia. Ver a pequena nota macroeconômica, - papel da moeda na economia-, que demonstra que a oferta de moeda pelo Banco Central pode financiar o governo. Do ponto de vista da teoria macroeconômica são indevidas alegações de que o governo não tem o que gastar, não pode gastar, não deve gastar. Gastar ou não gastar são meras decisões políticas. Equilíbrio orçamentário em tempo de calamidade tem um custo social elevadíssimo.
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
22/04/2020. 

1. Considerações sobre a conjuntura
2. Adição de bibliografia em espanhol e listas de exercícios
3. Novo tópico de pesquisa: Classificação dos Mercados. 
Referência: Koutsoyannis. Modern Microeconomics. Tools of Analysis.
4. Derivadas. Como derivar funções do tipo y = axn. Representado a derivada por ( y’ )  lê-se y -linha , a derivada de y (em relação a x)  é  y ‘ = naxn-1
O produto marginal é a derivada do produto total. O custo marginal é a derivada do custo total. A utilidade marginal é a derivada da utilidade total. O produto total pode ser representado matematicamente por uma função de produção. Destas a mais famosa é a função de produção de Cob-Douglas. O custo total pode ser representado por uma função cúbica que exibe a lei dos rendimentos marginais decrescentes.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
For the opening of the  economies. The viral pandemic is not controlled and will not be so soon. It has not yet contaminated part of Latin America, all of Africa, and the underdeveloped Asia. There will be immense mortality in these places and it will continue here. The world's economies cannot, however, remain closed, even with generous monetary aid contributions, because in the medium term, stocks of goods will run out. If production and transport are not immediately restored, there will be famine and irreparable damage. The new corona virus has changed the world. The lockout was a global error that we have to leave immediately. The way out is simple: free up transport now, in general, and reopen the entire economy, as if we had just emerged from a long nightmare. Industrial interrelationships make the success of partial openings unfeasible, state by state or industry by industry. Prophylactic measures, these must remain and be intensified. Living or dying will be a problem and a personal decision for everyone, not for governments. Prof. Dr. Darcy Carvalho University of São Paulo, Brazil. 4/21/2020..

Pour l'ouverture des économies. La pandémie virale n'est pas maîtrisée et ne le sera pas si tôt. Il n'a pas encore contaminé une partie de l'Amérique latine, toute l'Afrique et l'Asie sous-développée. Il y aura une mortalité immense dans ces endroits et cela continuera ici. Les économies du monde ne peuvent cependant pas rester fermées, même avec de généreuses contributions d'aide monétaire, car à moyen terme, les stocks de marchandises s'épuiseront. Si la production et le transport ne sont pas immédiatement rétablis, il y aura famine et dommages irréparables. Le nouveau virus corona a changé le monde. Le verrouillage était une erreur globale que nous devons abandonner immédiatement. La sortie est simple: libérer les transports maintenant, en général, et rouvrir toute l'économie, comme si nous venions de sortir d'un long cauchemar. Les interrelations industrielles rendent impossible le succès des ouvertures partielles, état par état ou industrie par industrie. Mesures prophylactiques, celles-ci doivent rester et s'intensifier. Vivre ou mourir sera un problème et une décision personnelle pour tout le monde, pas pour les gouvernements. Prof. Dr. Darcy Carvalho Université de São Paulo, Brésil. 21/04/2020.

Zur Öffnung der Volkswirtschaften. Die Viruspandemie wird nicht kontrolliert und wird nicht so bald sein. Es hat noch nicht ganz Lateinamerika, ganz Afrika und das unterentwickelte Asien kontaminiert. An diesen Orten wird es eine immense Sterblichkeit geben, die hier fortgesetzt wird. Die Volkswirtschaften der Welt können jedoch trotz großzügiger Beiträge zur Geldhilfe nicht geschlossen bleiben, da mittelfristig die Warenbestände knapp werden. Wenn Produktion und Transport nicht sofort wiederhergestellt werden, kommt es zu Hungersnöten und irreparablen Schäden. Das neue Koronavirus hat die Welt verändert. Die Sperrung war ein globaler Fehler, den wir sofort verlassen müssen. Der Ausweg ist einfach: Machen Sie jetzt im Allgemeinen den Transport frei und öffnen Sie die gesamte Wirtschaft wieder, als wären wir gerade aus einem langen Albtraum hervorgegangen. Industrielle Zusammenhänge machen den Erfolg von Teilöffnungen von Staat zu Staat oder von Industrie zu Industrie unmöglich. Prophylaktische Maßnahmen müssen bestehen bleiben und intensiviert werden. Leben oder Sterben wird ein Problem und eine persönliche Entscheidung für alle sein, nicht für Regierungen. Prof. Prof. Dr. Darcy Carvalho Universität von São Paulo Brasilien.21/04/2020.

Для открытия экономик. Вирусная пандемия не контролируется и не будет так скоро. Он еще не загрязнил всю Латинскую Америку, всю Африку и слаборазвитую Азию. В этих местах будет огромная смертность, и она будет продолжаться и здесь. Однако мировые экономики не могут оставаться закрытыми даже при щедрых взносах в виде денежной помощи, поскольку в среднесрочной перспективе запасы товаров истощатся. Если производство и транспорт не будут немедленно восстановлены, возникнет голод и непоправимый ущерб. Новый вирус короны изменил мир. Блокировка была глобальной ошибкой, которую мы должны немедленно покинуть. Выход прост: освободите транспорт сейчас, в общем, и заново откройте всю экономику, как будто мы только что вышли из долгого кошмара. Отраслевые взаимосвязи делают невозможным успех частичных открытий, от штата к штату или от отрасли к отрасли. Профилактические меры, они должны остаться и усилиться. Жить или умирать будет проблемой и личным решением для всех, а не для правительств. Профессор Доктор Дарси Карвалью, Университет Сан-Паулу, Бразилия. 04/21/2020.

経済開放のために。ウイルスのパンデミックは制御されておらず、すぐには制御されません。それはラテンアメリカの一部、アフリカ全体、そして発展途上のアジアをまだ汚染していません。これらの場所には莫大な死亡率があり、それはここで続きます。しかし、中期的には商品の在庫がなくなるため、世界の経済は、寛大な金銭的援助の貢献があっても閉鎖されたままでいることはできません。生産と輸送がすぐに回復されない場合、飢饉と修復不可能な損傷が発生します。新しいコロナウイルスは世界を変えました。ロックアウトはグローバルエラーであり、すぐに終了する必要があります。解決策は簡単です。一般に、輸送を解放して、経済全体を再開します。まるで、私たちが長い悪夢から脱出したばかりのようです。産業間の相互関係により、州ごとまたは産業ごとの部分的な開業の成功が実現不可能になります。予防策は、これらが残り、強化されなければならない。生きるか死ぬかは、政府にとってではなく、誰にとっても問題であり個人的な決断です。教授ブラジル、サンパウロのダーシーカルバーリョ博士。 2020年4月21日
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
22/04/2020
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
O texto acima tem duas finalidades: assinalar as dificuldades que o mundo enfrenta, das quais a principal é a interrupção dos processos produtivos, e solicitar que todos acompanhem o desenrolar dos acontecimentos e as ações das autoridades nacionais e estrangeiras na administração da crise e reabertura das economias. Não existe internamente nos países coordenação de esforços nem consenso sobre o que fazer. Internacionalmente é cada um para si. Constata-se assim facilmente que país algum estava preparado para o atual problema. Faltam também estatísticas sobre o total de mortes no mundo devidas a outras causas em condições normais, de modo que a publicação diária dos óbitos da pandemia passa a impressão de que este problema especifico, que pode ser descrito sumariamente como uma das externalidades negativas da globalização econômica, esteja sem solução à vista e ultrapasse todas as desgraças que afetaram o mundo no após guerra e não mereceram tamanha divulgação. Espero que a crise tenha deixado suficientemente claro que economia é gente, economia pressupõe populações humanas com alto padrão de higidez, capazes de produzir e com meios ( DINHEIRO) para adquirir bens com que satisfazer suas necessidades. Mencionei na introdução a expressão relações interindustriais, que identificam a estreita interconexão entre todas as industrias numa economia, e das economias do mundo conectadas entre si pelo processo de compra e venda de produtos, matérias primas e serviços. A descrição teórica dos processos interindustriais foi magistralmente descrito por Vassily Leontief, em 1943, desenvolvendo uma idéia do médico e economista francês François Quesnay, que comparou o fluxo circular de renda e bens da economia à circulação sanguínea. A análise de Leontief conhecida como Análise de Insumo-Produto ou Input-Output Analysis constitui o contraponto real da descrição macroeconômica duma economia. Enquanto a Macroeconomia estuda os grandes agregados econômicos a partir da equação macroeconômica básica Y= C+I+G+X-M, Leontief parte das interrelações entre as indústrias dum país, descrevendo-as numa tabela de input-output. A tabela pode ser descrita por um sistema de equações que mostra a produção que cada indústria deve atingir para satisfazer a demanda das demais indústrias por matéria prima e atender também a demanda final dos consumidores por seu produto. Implícita nesta solução está a matriz tecnológica da economia.  
------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
22/04/2020

Coloquei na bibliografia novos textos de livros de microeconomia de nível intermediário alguns em espanhol para os que não queiram ler inglês. Pelos conteúdos localize os tópicos em que estamos interessados. Note que produção e custos pode ser cabalmente explicados a partir de uma única tabela, envolvendo o número de trabalhadores e o produto total, que obedece à lei dos rendimentos decrescentes. Cada trabalhador adicional contribui para o aumento do produto, mas sua contribuição é menor do que a do trabalhador anterior. O trabalhador tem um custo, o seu salário, e também há custos associados ao consumo de matéria prima e ao capital fixo no curto prazo. Somando-se os custos do trabalho e da matéria prima consumida, custo variável, com o custos do capital e administração, custo fixo, obtemos o custo total. Neste ponto os livros apresentam curvas de produto, total, médio e marginal, e curvas de custo total , médio e marginal, que devem aparecer nos resumos. No estudo do produto marginal e do custo marginal entra o conceito de derivada. Veja na bibliografia Derivada. An Introduction to differential cálculos.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
08/04/2020
AVISO IMPORTANTE

Prezados alunos. Conforme combinamos:  às quartas-feiras,  nesta página  < darcy carvalho  04 Bibliografia>  serão indicados os  tópicos de leitura da semana. Deverão ser lidos e resumidos, utilizando-se os arquivos do pé da página.  Os resumos servirão para confirmação de participação  e para  eventual abono  de frequência. Serão entregues todos juntos, no  primeiro dia  de aula, na forma de uma apostila. 

Também já indiquei que o trabalho final deve ser elaborado durante o recesso  e será considerado como Primeira Prova.
 
Dou por concluída a introdução ao estudo do mercado. Iniciaremos nesta semana a teoria da firma que compreende a teoria da produção e a teoria custos de produção. Quanto possível utilizarei  fatos e fenômenos econômicos que se manifestam no decorrer desta pandemia.
---------
Depois da segunda guerra mundial nenhuma outra ocorrência tinha exposto com tal  evidência a fragilidade geral do sistema econômico mundial, baseado na globalização. Os sistemas econômicos nacionais já não conseguem mais produzir internamente nem as quantidades de insumos médicos, nem os componentes ou insumos dos produtos que exibem como nacionais. 

Sem a China e a Índia a grande indústria farmacéutica dos Estados Unidos não pode produzir remédios e as automobilísticas alemãs, por exemplo,  teem de interromper sua produção por falta de peças, vindas da China. Esta crise, quando passar, exigira completo repensar do até que ponto pode o Ocidente depender da Ásia. 
Se a dependência ocidental começar a ser reduzida, como de fato já começou, com as políticas isolacionistas e mercantilistas do America First do Presidente Trump, isto significará uma catástrofe econômica e humana naquela parte do globo. Quando à dissolução da União Européia, já começou pelo Brexit, a saída do Reino Unido da União Européia,  e também pela sua notória incapacidade da França e da Alemanha  de acudir a Itália e a Espanha.

No Brasil, o presidente da república vem sendo arrasado pela imprensa por alertar que desabastecimento pode ocorrer se um longo lockout tiver que ser mantido por razões médicas. Isto não uma suposição presidencial irresponsável mas uma simples dedução lógica, elementar, que já ocorreu a todos os economistas.
A grande tragédia, consequência da desindustrialização geral do ocidente é a mortalidade excessivamente alta  do pessoal da área médica, que assistimos, ocorrendo em todos os países, por falta de equipamentos médicos e do desconhecimento do inimigo a enfrentar.


Atividades durante o recesso: escrever o trabalho final. Sugestões no pé desta página. 

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
2. MÊS DE ABRIL
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

ABRIL – Teoria da Firma 

PRIMEIRA AULA. CUSTOS DE PRODUÇÃO. QUANTO PRODUZIR?

O objetivo das empresas é a maximização do lucro, definido como a diferença entre a receita total das vendas RT=P.Q e o custo total da produção CT= custos fixos + custos variáveis.  Lucro total = RT-CT. Isto nos leva a estudar o processo de produção , teoria da produção, e os custos de produção, teoria dos custos.

O estudo dos custos de produção tem a ver com a questão do quanto produzir. A resposta do modelo é que uma empresa deve continuar a produzir enquanto a última unidade produzida acrescentar uma contribuição ao lucro total da empresa. Em microeconomia denominamos produto marginal à última unidade produzida, cuja produção envolve um certo custo, o custo marginal. A resposta acima, do quanto produzir passa a ser: ----uma empresa deve expandir sua produção até que o custo marginal iguale o preço do mercado, isto é, até que a contribuição ao lucro da última unidade produzida seja nula, até que o lucro marginal seja zero. O estudo dos custos de produção em microeconomia, isto é, em teoria, exige a identificação dos custos totais de produção e sua decomposição em custos fixos e custos variáveis. CT= CFT+CVT

Na área da produção vige uma lei geral denominada lei dos rendimentos físicos marginais decrescentes, que vigora enquanto pelo menos um dos fatores de produção for fixo. Os fatores de produção considerados neste modelo microeconômico elementar são o trabalho e o capital. Costuma-se representar o capital por K maiúsculo e o trabalho por L. Uma empresa qualquer no curto prazo tem um certo capital, uma quantidade determinada de meios físicos de produção, ao qual acrescenta trabalho e matérias primas para gerar o produto. A relação matemática entre quantidades de fator utilizada e produto resultante é representada na forma de função de produção  Q= f(K, L).Supondo qu o produto Q pode ser obtido por diferente combinações de K e L, obtemos um ente geométrico denominado isoquanta, que representa todas as formas de obter a mesma quantidade do produto, variando as quantidades de trabalho e capital. No curto prazo o custo relacionado com o capital é fixo, e o custos do trabalho e das matérias primas são variáveis, dependendo   do aumento ou da diminuição da quantidade produzida. Além do custo do capital as empresas tem outros custos fixos, outras despesas, que independem do volume produzido. Neste contexto, à medida que a empresa aumenta o emprego de mão-de-mão de obra, que é um fator variável, sem aumentar o capital, o fator fixo, passa a agir a lei dos rendimentos físicos marginais decrescentes. A contribuição de cada operário adicional certamente aumenta o produto, mas a sua contribuição marginal, o rendimento marginal será cada vez menor. Isto tem uma implicação sobre os custos da produção, para captá-la temos de trabalhar com os custos médios e marginais. CT/Q= CFT/Q+ CVT/Q. 

ESTA AULA CONTINUARÁ NO PDF:  ABRIL – PRIMEIRA AULA. CUSTOS DE PRODUÇÃO ONDE PODEREMOS VISUALIZAR IMAGENS. O QUE AQUI DISSEMOS  É SUFICIENTE PARA IDENTIFICAR O ASSUNTO NOS AUTORES QUE OS ALUNOS CONSULTARÃO PARA REDIGIR SEUS RESUMOS. Os textos abaixo  em URL estão disponíveis on line ou nos Arquivos  no pé desta página.

http://home.ufam.edu.br/enimar/INTRODU%C3%87%C3%83O%20%C3%80%20ECONOMIA/TEORIA%20DOS%20CUSTOS.pdf

https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/4288992/mod_resource/content/0/aula05_revisada.pdf

https://www.youtube.com/watch?v=xLSRMt-wWAM

https://www.youtube.com/watch?v=qYKJdooEnwU

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O contexto mundial em primeiro de abril de 2020. -

Dados estatísticos da pandemia de coronavírus.  O coronavírus apareceu no final de 2019, após o surto na China, uma pandemia começou e a infecção se espalhou pelo mundo. O COVID-19 é muito contagioso, muitas pessoas o transferem sem perceber - isso pode levar a um aumento exponencial no número de pessoas infectadas e, em seguida, se as autoridades perderem a epidemia, um aumento acentuado no número de pacientes graves. Nas formas graves da doença, o vírus infecta os pulmões, os pacientes precisam de equipamento de ressuscitação. Quando o número de pacientes excede em muito as capacidades do sistema de saúde, os médicos não conseguem evitar muitas mortes, uma parte significativa da qual teriam conseguido em uma situação diferente. Dados estatísticos da pandemia de coronavírus às 11 horas e 10 minutos, horário de Moscou, quarta-feira, 1 de abril:O número total de portadores registrados de coronavírus no mundo: 861.773 pessoas. Faleceram: 42.361 pessoas. Recuperaram-se: 178 mil e 537 pessoas. Коронавирус появился в конце 2019 года, после вспышки эпидемии в Китае началась пандемия, инфекция распространилась по всему миру. COVID-19 очень заразен, многие люди переносят его не замечая – это может приводить к экспоненциальному росту инфицированных, а следом, если власти упустят развитие эпидемии – к резкому росту числа тяжелых больных. При тяжелой форме течения болезни вирус поражает легкие, пациенты нуждаются в реанимационном оборудовании. Когда число больных сильно превышает возможности системы здравоохранения, врачи оказываются не в силах предотвратить множество смертей, со значительной частью которых в другой ситуации они справились бы.

https://www.svoboda.org/a/30521664.html?utm_source=site&utm_campaign=push

 

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
1. FEVEREIRO E MARÇO 2020. TEORIA DO CONSUMIDOR. LEIS DO MERCADO. OFERTA, DEMANDA E ELASTICIDADE 
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

TÓPICOS PARA DISCUSSÃO

Comportamento de consumidores e produtores na Russia

O Serviço Federal Antimonopólio da Rússia disse que revelou sinais de conspiração de cartel no mercado para produtores de trigo sarraceno. Se isso puder ser provado, os produtores enfrentarão responsabilidade criminal - prisão até seis anos. As verificações foram feitas contra o aumento dos preços de vários produtos devido à epidemia de coronavírus. Nas notícias da pandemia de coronavírus, a demanda por trigo sarraceno nas lojas aumentou 66%, informou a Nielsen , segundo a Interfax . O estudo disse que os cereais estão associados aos compradores com a preparação para a quarentena. Diante do aumento da demanda, os fornecedores de trigo sarraceno aumentaram os preços no atacado em 15 a 30%, o que levou a um aumento no preço no varejo. No ambiente profissional, isso é explicado por uma queda na produção de cereais na última temporada, um enfraquecimento do rublo e um aumento nos custos de energia, manutenção de equipamentos importados e custos de transporte, escreveu o jornal Vedomosti.

Depois que a vice-primeira-ministra Tatyana Golikova chamou a atenção do presidente russo Putin para o aumento dos preços das máscaras de farmácia, um projeto de lei foi introduzido na Duma para reforçar a regulamentação do mercado. As redes de farmácias alertaram para um possível aumento nos preços dos medicamentos.
Os principais economistas russos exigiram uma quarentena rigorosa na Rússia para impedir a propagação da infecção por coronavírus. A declaração foi publicada no Facebook pelo professor da Universidade de Chicago, Konstantin Sonin, e foi assinada por professores russos na Escola de Economia de Paris, Boston College, Sciences Po, Princeton e Stanford. Os autores do apelo acreditam que os russos perceberão a semana de folga declarada por Vladimir Putin como férias, o que levará à disseminação do COVID-19. "Este erro já foi cometido há um mês na Itália", afirmou o comunicado.

A QUARENTENA E O FLUXO CIRCULAR DA RENDA

Os efeitos danosos da atual situação sanitária do mundo serão superiores aos das duas catástrofes que abalaram o século vinte, a primeira e a segunda guerra mundiais, somados aos genocídios cometidos em nome de religiões e ideologias políticas  de direita e de esquerda. 
A conjuntura atual exige imediatamente e continuará a exigir por anos a fio medidas de natureza militar, aplicadas exclusivamente em tempo de guerra e iminente perigo de colapso nacional, capituladas na expressão economia de guerra, com vasta literatura e comprovação prática, bem como leva à redescoberta dos ensinamentos keynesianos, esquecidos nos manuais de macroeconomia elementar, depois da adoção geral da ideologia monetarista de Milton Friedman, ainda praticada, inclusive no Brasil na atual administração. A situação da Europa, antes do advento do virus  covid-19, já era crítica, em decorrência da aceitação do globalismo econômico como ideal e das medidas preconizadas e impostas pela Organização Mundial do Comércio, zeladora do livre comércio entre os países. À diferença do que sucedeu nos dois pós-guerras, as estruturas físicas de produção, habitação e transporte permanecem intactas, e o problema se concentra gravemente no estado sanitário da população, que em todos os países se agrava pela indisciplina social generalizada, gerada por ideologias e processos educacionais centrados no indivíduo como medida do mundo.
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A quarentena decretada pelos governos para reduzir a velocidade da transmissão do corona virus, economicamente, significa uma ruptura súbita do fluxo circular da renda entre produtores , consumidores e o próprio governo, que ficará privado de arrecadação tributária. Esta medida, que visa confinar a população em seus domicílios, naturalmente, só pode ser mantida por limitado tempo, mesmo com as injeções maciças de renda no setor famílias e no setor produtivo, 2 trilhões de dólares nos Estados Unidos, por exemplo. A renda mínima paga aos consumidores visa meramente assegurar sua sobrevivência, aquela dirigida às empresas visa impedir que quebrem, porque não vendendo produtos não auferem receita, para cobrir seus custos fixos e compromissos bancários. Cessando, porém, completamente a produção de bens e serviços, o procedimento só pode continuar até o esgotamento total dos estoques de bens, e matérias primas que certamente não estavam preparados para longo período sem reposição. Esgotados os estoques de bens ou de matéria prima nacional ou importada naqueles setores que não interromperam sua produção, não adiantará distribuir moeda, em papel ou por meio eletrônico, porque não haverá o que comprar em todo o território nacional, ceteris paribus. O governo brasileiro vai distribuir $600 reais às pessoas afetadas pela crise.
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Atividades durante o recesso: escrever o trabalho final. Sugestões no pé desta página. 

The damaging effects of the current health situation in the world will be greater than those of the two catastrophes that shook the twentieth century, the first and the second world war, in addition to the genocides committed in the name of religions and right and left political ideologies. The current situation demands immediately, and will continue to demand, for years on end, measures of a military nature, applied exclusively in time of war and imminent danger of national collapse, capitulated in the expression war economy, with vast literature and practical evidence. It is leading as well to the rediscovery of Keynesian teachings, forgotten in the elementary macroeconomics manuals, after the general adoption of Milton Friedman's monetarist ideology, still practiced, including in Brazil in the current administration. The situation in Europe, before the advent of the covid-19 virus, was already critical, due to the acceptance of economic globalism as an ideal and the measures advocated and imposed by the World Trade Organization, which oversees free trade between countries. Unlike what happened in the two post-wars, the physical structures of production, housing and transport remain intact, and the problem is seriously concentrated on the health status of the population, which in all countries is aggravated by generalized social indiscipline, generated by years of ideologies and educational processes centered on the individual as a measure of the world. 

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

https://archive.org/details/AHistoryOfEconomicThoughtWilliamJ.Barber.LondonPenguinBook1967

ECONOMICS. https://www.youtube.com/watch?v=t8PTQFUKzRo

Este site em hebraico contem apresentações de tópicos de microeconomia. Numa delas o professor apresenta o conceito de  elasticidade |E| da demanda, como o quociente entre a taxa de crescimento da quantidade ΔQ/Q dividida pela taxa de crescimento do preço ΔP/P. Conforme o valor de |E|, convirá ou não ao vendedor aumentar ou diminuir o preço de venda do seu produto. |E| mede a intensidade da reação da quantidade vendida em relação as variações no preço. Partindo da definição de Receita Total= RT, como o produto do preço de venda pela quantidade vendida P.Q=RT, o excelente professor explica os conceitos de elasticidade nula, elasticidade infinita e elasticidade unitária. A elasticidade da demanda é sempre negativa, porque o preço e a quantidade variam em sentidos contrários, em conformidade com a lei de demanda. Para facilitar a exposição costuma-se apresentar a elasticidade da demanda  em seu valor absoluto |E|.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leituras e atividades durante o recesso

1. Aproveite o recesso para a elaboração do trabalho final, que equivale a uma prova. Nos textos disponibilizados neste site podem ser identificados assuntos interessantes em diversas áreas da economia, que poderão ser aproveitados para o trabalho final: um paper acadêmico de pelo menos 15 páginas.

2. Traduzir com o tradutor Google o texto Scope and Method in Economics. Traduza com o mesmo instrumento textos apresentados em italiano. Estas traduções. devidamente editadas e simplificadas , podem ser anexadas às provas.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

BIBLIOGRAFIA. Os textos abaixo podem ser lidos na tela ou baixados a um pen-drive para melhor leitura e certeza do acesso.  Trazem obras inteiras ou só capítulos de livros ou artigos da internet. O contexto deste curso foi uma das maiores epidemias já experimentadas pelo mundo, nos últimos 100 anos. A interrupção temporária dos processos econômicos pelos governos, medida que se revelou  inútil ou meramente paliativa do ponto de vista médico, mas devastadora do ponto de vista econômico, permitiu certamente aos alunos perceber na carne a natureza básica do processo social a que denominamos economia. A epidemia continuará a grassar, pela incapacidade de atendimento de todos os casos graves, pela carência de insumos médicos e de pessoal médico. Continuaremos a ver imensas perdas humanas nos países subdesenvolvidos, superpovoados e super-urbanizados, até que se encontrem meios de contenção do virus. Em todos os países, o problema continuará a se agravar pelo comportamento errático  das populações, refratárias à mudança de hábitos e incapazes de seguir instruções, pela arraigada indisciplina social, e pela completa falta de racionalidade dos coletivos. Do ponto de vista puramente econômico, podemos afirmar que a continuação das restrições ao funcionamento normal da economia é impossível e irracional pelo fato de existirem milhões de pessoas sem poupança acumulada ou qualquer outra fonte de subsistência que o seu trabalho diário. Insistir nessa via é assegurar uma catástrofe social e o completo caos. A grande vítima desta pandemia será, no nosso caso, a constituição brasileira que deverá e poderá ser alterada, a fim de permitir que medidas racionais de governo possam ser rapidamente implementadas, em qualquer tempo, e ainda mais em situações excepcionais como esta que experimentamos.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Ċ
Darcy Carvalho,
15 de abr. de 2020 01:49
Ċ
Darcy Carvalho,
15 de abr. de 2020 02:38
Ċ
Darcy Carvalho,
18 de jun. de 2020 06:30
Ċ
Darcy Carvalho,
15 de abr. de 2020 16:47
Ċ
Darcy Carvalho,
8 de mai. de 2020 07:04
Ċ
Darcy Carvalho,
4 de abr. de 2020 13:13
Ċ
Darcy Carvalho,
22 de abr. de 2020 10:11
Ċ
Darcy Carvalho,
18 de abr. de 2020 09:23
Ċ
COVID19.pdf
(1512k)
Darcy Carvalho,
6 de mar. de 2020 05:49
Ċ
Darcy Carvalho,
1 de mai. de 2020 08:07
Ċ
Darcy Carvalho,
1 de mar. de 2020 17:00
Ċ
Darcy Carvalho,
19 de abr. de 2020 19:31
Ċ
Darcy Carvalho,
22 de abr. de 2020 10:13
Ċ
Darcy Carvalho,
21 de fev. de 2020 07:21
Ċ
Darcy Carvalho,
18 de fev. de 2020 12:57
Ċ
Darcy Carvalho,
24 de mar. de 2020 04:13
Ċ
Darcy Carvalho,
18 de fev. de 2020 16:58
Ċ
Darcy Carvalho,
1 de mai. de 2020 08:21
Ċ
Darcy Carvalho,
30 de abr. de 2020 08:14
Ċ
Darcy Carvalho,
4 de abr. de 2020 07:10
Ċ
Darcy Carvalho,
25 de jun. de 2020 10:55
Ċ
Darcy Carvalho,
1 de mai. de 2020 08:33
Ċ
Darcy Carvalho,
5 de mar. de 2020 07:58
Ċ
Darcy Carvalho,
19 de abr. de 2020 19:11
Ċ
Darcy Carvalho,
23 de mar. de 2020 06:16
Ċ
Darcy Carvalho,
11 de mar. de 2020 07:26
Ċ
Darcy Carvalho,
21 de mar. de 2020 09:01
Ċ
Darcy Carvalho,
4 de mar. de 2020 15:16
Ċ
Darcy Carvalho,
22 de jun. de 2020 06:32
Ċ
Darcy Carvalho,
31 de mar. de 2020 08:27
Ċ
Darcy Carvalho,
31 de mar. de 2020 03:03
Ċ
Darcy Carvalho,
22 de jun. de 2020 06:21
Ċ
Darcy Carvalho,
2 de abr. de 2020 02:54
Ċ
Darcy Carvalho,
19 de mai. de 2020 04:27
Ċ
Darcy Carvalho,
2 de jun. de 2020 09:00
Ċ
Darcy Carvalho,
2 de jun. de 2020 07:11
Ċ
Darcy Carvalho,
27 de mar. de 2020 02:40
Ċ
Darcy Carvalho,
2 de jun. de 2020 08:14
Ċ
Darcy Carvalho,
21 de fev. de 2020 05:11
Ċ
Darcy Carvalho,
19 de abr. de 2020 19:46
Ċ
Darcy Carvalho,
27 de mar. de 2020 05:24
Ċ
Darcy Carvalho,
19 de fev. de 2020 02:06
Ċ
Darcy Carvalho,
1 de mai. de 2020 07:57
Ċ
Darcy Carvalho,
3 de mar. de 2020 05:16
Ċ
Darcy Carvalho,
18 de fev. de 2020 14:04
Ċ
Darcy Carvalho,
2 de jun. de 2020 16:56
Ċ
Darcy Carvalho,
1 de abr. de 2020 08:08
Ċ
Darcy Carvalho,
1 de abr. de 2020 06:49
Ċ
Darcy Carvalho,
20 de fev. de 2020 12:57
Ċ
Darcy Carvalho,
19 de jun. de 2020 10:22
Comments