9.2 Segunda Declinação. The Second Declension. La Séconde Déclination

BIBLIOGRAFIA. A GENERAL BRAZILIAN BIBLIOGRAPHY FOR THE STUDY OF THE LATIN LANGUAGE

Esta bibliografia disponibiliza para downloads dicionários e as principais obras didáticas utilizadas no Brasil, para o ensino do Latim, em português e noutros idiomas europeus. Dictionaries and textbooks used in Brazil for teaching Latin.

http://archive.org/search.php?query=creator%3A%22DARCY%20CARVALHO%22&sort=-downloads

LIÇAO 3. SEGUNDA DECLINAÇÃO  E ADJETIVOS DE PRIMEIRA CLASSE

MEMENTO: O  ABLATIVO TERMINA EM VOGAL  NO SINGULAR DE  TODAS AS DECLINAÇÕES.

MODELO II . SEGUNDA DECLINAÇÃO

COMPREENDE VOCÁBULOS                                  1. MASCULINOS TERMINADOS  EM

 (US ), COM GENITIVO SINGULAR   E

NOMINATIVO

 PLURAL   EM (I);                    DATIVO E ABLATIVO SINGULAR EM O:

AMICUS, AMICI =  O

AMIGO, DO AMIGO

2. NEUTRAS

TERMINADAS EM

 (UM) COM GENITIVO

EM (I)E NOMINATIVO PLURAL EM (A)

Na primeira  e na segunda

declinação o genitivo singular  determina   a terminação do nominativo plural :  nominativo

 plural (I) = genitivo singular (I)

 

 O/U  SÃO  VOGAIS

TEMATICAS DA SEGUNDA  DECLINAÇÃO.

 A DESINENCIA DO 

 ABLATIVO SINGULAR

 É SEMPRE IGUAL Á VOGAL TEMATICA EM

TODAS AS DECLINAÇÕES.

HÁ DOIS NUMEROS EM LATIM

SINGULAR E PLURAL

O ABLATIVO E O DATIVO TERMINAM EM   [O] NO SINGULAR

DA SEGUNDA DECLINAÇÃO

U

AMICU+M

DECLINAÇÃO DA PALAVRA PORTUGUESA AMIGO

EM PORTUGUES  DECLINAMOS  SUBSTANTIVOS E  ADJETIVOS COM  OS ARTIGOS  DEFINIDOS E INDEFINIDOS ,  EMPREGANDO PREPOSIÇÕES:

NO GENITIVO : DE, DO, DA

NO DATIVO :  AO, Á''' , PARA O   NO ABLATIVO :  POR, PELO, NO, DE, INDICANDO ORIGEM

Formamos os dois  acusativos  acrescentando M ou S á VOGAL TEMATICA   O/U  do ablativo singular:  AMICUM, AMICOM,  AMICOS

 

NA SEGUNDA  DECLINAÇÃO HÁ DUAS VOGAIS TEMÁTICAS  O e U.

NO PLURAL,

O ABLATIVO E O DATIVO  TERMINAM EM  IS

O  GENITIVO SINGULAR,

EM  I               É IGUAL AO NOMINATIVO PLURAL

EM I 

         

O

AMICO+S

CASOS  [HÁ SEIS CASOS EM LATIM]

SINGULAR

SINGULAR. DECLINAÇAO LUSA

PLURAL

VOCATIVO  [INVOCAÇÃO]

NOMINATIVO [FUNÇÃO SUJEITO]

GENITIVO [A PREPOSIÇÃO  DE]

DATIVO [ ATRIBUIÇÃO ]

ABLATIVO [AGENTE, COMPANHIA]]

ACUSATIVO [ OBJETO DIRETO] , 

CASO PREPOSICIONAL  E  SUJEITO EM FRASES INFINITIVAS

 

NO PLURAL DATIVO E ABLATIVO SÃO SEMPRE IGUAIS. EM  IS NA 1ª, E NA 2ª.declinação

O AMICE

AMICUS

AMICI

AMICO

AMICO

AMICUM

O

EIA, SALVE, AMIGO

O AMIGO  [ COMO SUJEITO]

DO AMIGO 

AO AMIGO,  'PARA O AMIGO

PELO AMIGO,  COM O  AMIGO

O AMIGO [ OBJETO DIRETO]

VOCATIVO DIFERENTE DO NOMINATIVO SOMENTE NESTA 2ª.  DECLINAÇÃO e somente para o masculino singular

 

 

O AMICI

AMICI             AMICO-R-UM

AMICIS

AMICIS

AMICOS

U

Ablativo sg. amico, acusativo plural amicos

NOTA BIBLIOGRAFICA [ DARCY CARVALHO 24/05/2013]

Daqui para a frente nossos mestres de latim serão  os dicionarios. Contém vocabulos e seus contextos de aplicação. Um numero enorme de vocabulos latinos, tais  como as denominações geograficas, de  há 2000 anos atrás, e milhares de  nomes próprios gregos e latinos, incluidos religiosamente nesses dicionários, não teem a menor importancia para escrever latim moderno, sobre o mundo atual. Se procurarmos Londinium ou Lutetia Parisiorum no Google Earth , não vai funcionar. Para vocabulario moderno, glossarios tecnicos, e  os  grandes dicionarios  monolingues, como WEBSTER, ROBERT, HOUAISS, AURELIO, ANTENOR NASCENTES, JOAN CAROMINES, com informações etimologicas, são indispensaveis.

Nossos dicionarios são os seguintes: CREATOR DARCY CARVALHO.[in GOOGLE]

https://archive.org/details/AntenorNascentesDicionaroEtimologicoDaLinguaPortuguesaTomoI

http://archive.org/details/FelixGaffiotDictionnaireIllustr.LatinFrancais

http://archive.org/details/RaphaelBluteauVocabulPortuguezLatinoLetraA

https://archive.org/details/DiccionarioDeRaizesECognatosDaLinguaPortugueza 

Para comparar as duas linguas e aprender as duas, ler SOUZA DA SILVEIRA,  JERONIMO SOARES BARBOSA E  EDUARDO CARLOS PEREIRA, principalmente nas partes referentes á formação de palavras.

http://archive.org/details/LicoesDePortuguesPorSouzaDaSilveira

http://archive.org/details/GramaticaComparadaDoPortuguesComOLatimParaAmbosSeAprenderemAoMesmo

http://archive.org/details/CursoSuperiorDeGramaticaExpositivaPortuguesa

Para comparar as declinações latinas com as alemãs, russas e gregas ver os TEACH YOURSELF seguintes, por excelentes autores publicados, pela English University Press.

http://archive.org/details/TeachYourselfGermanBySirJohnAdamsRevised

http://archive.org/details/TeachYourselfRussianAprendaRussoSozinho

http://archive.org/details/ModernGreek

FIM DA NOTA BIBLIOGRAFICA

LIÇAO 3. SEGUNDA DECLINAÇÃO. QUARTA DECLINAÇÃO.  ADJETIVOS DE PRIMEIRA CLASSE. COMPARAÇÃO ENTRE A SEGUNDA E A QUARTA DECLINAÇÃO. INTRODUÇÃO AOS NOMES NEUTROS DA SEGUNDA E DA QUARTA DECLINAÇÃO. FORMAS NOMINAIS DOS VERBOS: INFINITO. GERUNDIO. GERUNDIVO. SUPINO. PARTICIPIO PASSADO. DECLINAÇÃO DOS ADJETIVOS DE PRIMEIRA CLASSE.

http://archive.org/details/LatimDoClassicoEDoVestibularPorMetonDeAlencar


LIÇÃO 2. DAS FLEXÕES NOMINAIS

Cabe-nos inicialmente fazer considerações sobre as formas verbais e nominais  latinas contidas nos textos acima citados. O estudo dos verbos do latim constitui a parte mais delicada da sua gramática. O estudo das flexões nominais, substantivos, adjetivos e pronomes, oferece menores dificuldades para o aprendizado. As preposições são a chave da sintaxe latina. Veja e tenha sempre consigo as formas verbais latinas e o indice remissivo de Antonio Piccarolo. Leia tudo o que puder sobre verbos nas gramaticas disponiveis. Se quiser escrever em latim , terá  de saber conjugar os verbos regulares e conhecer alguns irregulares. http://archive.org/details/FormasVerbaisLatinas



REGRAS PARA MEMORIZAR AS  CINCO DECLINAÇÕES DO LATIM. O ABLATIVO É UM CASO ESPECIAL QUE FACILITA A APRENDIZAGEM DAS DECLINAÇÕES LATINAS.

REGRAS DO ABLATIVO. O ABLATIVO REPRESENTA O AGENTE OU O LUGAR ONDE OU DE ONDE

REGRA  1. O ABLATIVO  SOMENTE PODE SER  REGIDO PELAS SEGUINTES PREPOSIÇÕES:  A, AB, ABSQUE, CORAM, DE/ PALAM, CLAM, CUM, EX,  E/SINE, TENUS, PRO,  PRAE/ e também : SUPER, SUBTER, SUB,  IN, quando  implicarem  repouso e não movimento.

REGRA  2. NO SINGULAR  DE TODAS AS DECLINAÇÕES,  O ABLATIVO TERMINARÁ , NUMA OU DUAS  DAS CINCO VOGAIS TEMATICAS :  1.  (A);  2. ( O/U); 3. (E/I) ; 4. (U);  5.( E)

REGRA  3. DO ABLATIVO SINGULAR FORMAM-SE OS ACUSATIVOS SINGULAR E PLURAL DE TODAS AS DECLINAÇÕES, MEDIANTE ACRÉSCIMO DE UM  (M) OU  DE UM  ( S).

REGRA  4. NO PLURAL O ABLATIVO TERMINA NORMALMENTE EM IS, NA PRIMEIRA E SEGUNDA DECLINAÇÃO, OU EM BUS [ABUS, EBUS, IBUS, OBUS, OU UBUS], NAS DEMAIS.

REGRA  5. NO PLURAL,  O ABLATIVO É SEMPRE IGUAL  AO DATIVO.

REGRAS DO DATIVO. O DATIVO REPRESENTA ATRIBUIÇÃO

REGRA 1. NO SINGULAR,   O DATIVO  ORA SE ASSEMELHA AO GENITIVO,  N A  1ª e 5ª. DECLINAÇÃO , ORA  É IDENTICO AO ABLATIVO, NO SINGULAR DA  2ª. DECLINAÇÃO.

REGRA 2. O DATIVO NO PLURAL É SEMPRE IGUAL  AO ABLATIVO, TERMINA EM IS NA 1ª. E SEGUNDA E  EM BUS  [ABUS, EBUS, IBUS, OBUS, OU UBUS], NAS DEMAIS.

REGRA 3. PODEMOS SUBSTITUIR O DATIVO PELA PREPOSIÇÃO AD SEGUIDA DE ACUSATIVO

REGRAS DO GENITIVO. O GENITIVO REPRESENTA POSSE

REGRA  1. NO  SINGULAR CADA DECLINAÇÃO TEM UM GENITIVO DIFERENTE,  QUE A CARACTERIZA: PRIMEIRA AE, SEGUNDA  I, TERCEIRA  IS,  QUARTA US,  QUINTA EI

REGRA 2. NO PLURAL  O GENITIVO SEMPRE TERMINA EM UM [ AR-UM, OR-UM, I-UM/ UM, U-UM, ER-UM]

REGRAS DO ACUSATIVO. OBJETO DIRETO, SUJEITO DE INFINITO ,EXCLAMAÇÃO,  OU CASO PREPOSICIONAL

REGRA 1. COMO OBJETO DIRETO O ACUSATIVO NÃO ADMITE PREPOSIÇÃO.

REGRA 2. O ACUSATIVO PODE SUBSTITUIR   OUTROS CASOS,  COM O EMPREGO  DAS SEGUINTES PREPOSIÇÕES, EXCLUSIVAS DO ACUSATIVO: ANTE, APUD, AD,  ADVERSUS, ADVERSUM/ CIRCUM, CIRCA, CITRA, CIS /CONTRA, INTER, ERGA, EXTRA/INFRA, INTRA, IUXTA, OB/ PENES, PONE, POST,  PRAETER/PROPE, PROPTER, PER, SECUNDUM/SUPRA, VERSUS, ULTRA, TRANS/  SUPER, SUBTER, SUB,  IN /, estas quatro últimas  quando implicam movimento e não repouso.

REGRA 3.  NO SINGULAR, O ACUSATIVO TERMINA EM AM, EM, IM, OM, UM, E NO PLURAL EM AS, ES, IS, OS , US .

REGRA 4.  FORMAM-SE OS ACUSATIVOS SINGULARES E  PLURAIS  DE TODAS AS DECLINAÇÕES, MEDIANTE ACRÉSCIMO DE UM  (M) OU  DE UM  ( S) AOS ABLATIVOS SINGULARES.

REGRAS DO NOMINATIVO. NOMINATIVO É O CASO DO SUJEITO E DO COMPLEMENTO DO VERBO SUM

REGRA 1. O NOMINATIVO NÃO ADMITE PREPOSIÇÕES.

REGRA 2. O NOMINATIVO  SINGULAR ENCONTRA-SE NO DICIONARIO, ACOMPANHADO DO SEU GENITIVO. UMA PALAVRA LATINA EM NOMINATIVO SINGULAR  PODE NÃO SER INTELIGIVEL PARA UM NEOLATINÓFONO. POR EXEMPLO: OS, DENS, MENS, ENS, ETC.

REGRA 3. O NOMINATIVO PLURAL NA PRIMEIRA,  SEGUNDA E QUARTA  DECLINAÇÃO É IGUAL  AO GENITIVO SINGULAR.

REGRA 4. O NOMINATIVO PLURAL DA TERCEIRA, QUARTA E QUINTA DECLINAÇÃO É IGUAL AO ACUSATIVO PLURAL.

REGRA DO VOCATIVO.

REGRA UNICA. O VOCATIVO É IGUAL AO NOMINATIVO, NO SINGULAR E NO PLURAL, EM TODAS AS DECLINAÇÕES COM EXCEÇÃO DO VOCATIVO SINGULAR DOS NOMES MASCULINOS EM US DA SEGUNDA DECLINAÇÃO.

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DAS DECLINAÇÕES

MEMENTO: O  ABLATIVO TERMINA EM VOCAL  NO SINGULAR DE  TODAS AS DECLINAÇÕES.

MODELO I   PRIMEIRA DECLINAÇÃO

PALAVRAS FEMININAS  E  MASCULINAS, TERMINADAS EM A , '''''COM GENITIVO, DATIVO E NOMINATIVO PLURAL   EM AE

ROSA, ROSAE,  S.F. ;  NAUTA, NAUTAE, S.M

Na primeira  e na segunda declinação o genitivo singular  determina também  a terminação do nominativo plural :  nominativo plural AE= genitivo singular AE

A VOGAL (A)  É  A VOGAL TEMATICA DA PRIMEIRA DECLINAÇÃO. A DESINENCIA DO  ABLATIVO SINGULAR É SEMPRE IGUAL Á VOGAL TEMATICA EM TODAS AS DECLINAÇÕES.

HÁ DOIS NUMEROS EM LATIM

SINGULAR E PLURAL

O ABLATIVO

TERMINA EM *A* NO SINGULAR

A

DECLINAÇÃO DA PALAVRA PORTUGUESA ROSA OU POETA

EM PORTUGUES  DECLINAMOS  SUBSTANTIVOS E  ADJETIVOS COM  OS ARTIGOS  DEFINIDOS E INDEFINIDOS ,  EMPREGANDO PREPOSIÇÕES:

NO GENITIVO : DE, DO, DA

NO DATIVO :  AO, Á''' , PARA O   NO ABLATIVO :  POR, PELO, NO, DE, INDICANDO ORIGEM

Formamos os dois  acusativos  acrescentando m ou s á terminação  A  do ablativo singular: rosa : rosam, rosas

  

NO PLURAL,

O ABLATIVO E O DATIVO  TERMINAM EM  IS

O  GENITIVO SINGULAR,

EM AE

É IGUAL  NOMINATIVO PLURAL

CASOS  [HÁ SEIS CASOS EM LATIM]

SINGULAR

SINGULAR. DECLINAÇAO LUSA

PLURAL

VOCATIVO  [CHAMAMENTO]

NOMINATIVO [ SUJEITO]

GENITIVO [PREPOSIÇÃO  DE]

DATIVO [PREPOSIÇÃO  PARA , Á ]

ABLATIVO [ CASO PREPOSICIONAL]

ACUSATIVO [OBJETO DIRETO]                CASO PREPOSICIONAL  E SUJEITO EM FRASES INFINITIVAS

O ROSA,   

ROSA

ROSAE

ROSAE

ROSA

ROSAM

A

EIA, SALVE, O  ROSA

A ROSA [ COMO SUJEITO]

DA ROSA

Á ROSA,  PARA A ROSA

PELA ROSA, DO QUE A ROSA

A ROSA [COMO OBJETO DIRETO]

rosae= de rosa, rosarum=de rosis, rosis= ad rosas

rosae= ad rosam

pulchrior rosa

O ROSAE

ROSAE

ROSA-R-UM

ROSIS

ROSIS

ROSAS

A

CONSIDERAÇÕES GERAIS SOBRE AS FLEXÕES NOMINAIS

Nas palavras variaveis, distinguimos tres  elementos:  a raiz,  o radical ou tema [stem]e a desinencia ou terminação. RAIZ é a parte do vocábulo que indica o sentido geral.  DESINENCIA são as letras colocadas no fim das palavras variaveis para indicar, em se tratando  de substantivos e adjetivos, o caso, o genero, o número, e tratando-se de verbos, a conjugação, o tempo, a pessoa,o número  e a voz voz . RADICAL ou TEMA e o que resta do vocabulo, depois de suprimir uma  desinencia. Ás vezes, o radical  é igual a raiz; outras, consta da raiz mais algumas silabas que teem o nome de sufixos ou prefixos.

Assim, em amamus,  a raiz  é  am o radical  ou tema verbal é ama, a desinencia é mus, primeira pessoa do plural. Em fulgura, plural de fulgur, substantivo neutro, os relampagos, a raiz e fulg, o radical ou tema  é fulgur, a terminação  a  é a desinencia do  acusativo e do nominativo plural neutro.

Nas palavras declinaveis, é  o caso genitivo plural que dá sem alteração o radical ou tema. Para isto basta suprimir a desinencia um da  3ª e da 4ª  declinação e a desinencia -r-um das tres outras declinações. Assim o radical da 1ª  declinação, da 2ª  e da 3ª declinação será a partir do genitivo plural :  de rosa-r-um  o tema é rosa; de domino-r-um  o tema é domino; de vultur-um  o tema em consoante é vultur ; de die-r-um  o tema é die.

8. Declinar um nome e dar todos os seus seis casos. Existem, em latim, cinco declinações que se distinguem pela terminação do genitivo singular: 1ª. ae , 2ª. i. 3ª. is, 4ª. us, 5ª. ei .

Nesta lição estudaremos formas de racionalizar o estudo e a memorização das desinencias nominais, estudando todas as cinco declinações ao mesmo tempo. O vocabulario latino compreende oito classes de palavras divididas em variaveis e invariaveis. As variaveis são:  substantivos ,adjetivos e  pronomes, que são declinaveis; verbos, que são conjugados como em portugues e distribuidos  por  quatro conjugações, com tres vozes, voz ativa, voz passiva e voz depoente.

As palavras invariáveis são as preposições, adverbios, conjunções e interjeições. em latim não existem artigos nem verbos auxiliares com exceção do verbo ser , esse, cujo presente do indicativo  é: SUM ES EST SUMUS ESTIS SUNT.

Esta simples informação nos proporciona as terminações pessoais de todos os verbos latinos na voz ativa : singular  O ou M, S, T,  plural  MUS,  TIS, NT.  amo, amas ama, amamus amais amam em latim será amo, amas, amat, amamus, amatis, amant.

O infinito da voz ativa de  amar em latim é amare; o infinito na voz passiva ,ser amado, é amari, o presente da voz passiva: sou amado es amado é amado, somos amados sois amados são amados em latim será:  amor, amaris, amatur, amamur amamini amantur. na voz passiva ,as terminações para todos os verbos são or, ris, tur, mur, mini, ntur. os verbos depoentes tem terminação passiva e significação ativa, são muito frequentes por isso a voz passiva deve  ser aprendida juntamente com a ativa.   loquor latine significa  falo  em latim e não   sou falado em latim.

http://archive.org/details/SinteseDeGramaticaLatina

A lingua latina classica não tinha artigos, quer definidos, o, a, os, as, quer indefinidos, um, uma, uns, umas, noentanto, eventualmente, outras palavras faziam as vezes de artigo. Os artigos e as preposições são indispensaveis para declinar  palavras nos idiomas analíticos. Para introduzir a ideia de declinação vamos declinar OS ARTIGOS em diversas linguas modernas que ao contrario do latim tem apenas uma declinação:

DECLINAÇÃO DO ARTIGO DEFINIDO.  A chave para entendermos as declinações latinas é constatar  que também temos declinações e que  as nossas declinações, como também ocorre em  grego moderno  e em alemão recorrem aos artigos definidos e indefinidos e a modificações na terminação das palavras.

PORTUGUÊS

 

DECLINAÇÃO DO ARTIGO

DEFINIDO

VOCATIVO  

NOMINA

TIVO

O, A

OS, AS

GENITIVO [DE]

DE, DO, DA

DOS, DAS

DATIVO [AD]

AO, À,

PARA O, OS

PARA A, AS

ABLATIVO [AB]

DE, POR

ACUSA

TIVO

O, A

OS, AS

INGLES

THE

OF THE

TO THE

FROM THE

BY THE

THE

FRANCES

LE, LA, LES

DE, DE LE, DU, DE  LA

DES

À, POUR

POUR LE, LA

POUR LES ,AUX

DE,PAR

PAR LE

PAR LA

PAR LES

LE, LA, LES

ESPANHOL

EL, LA, LO

LOS, LAS

DEL, DE LA

DE LOS, DE LAS

PARA,  A

PARA EL

PARA LA

 PARA LOS, LAS

DESDE, POR POR EL

POR LA

POR LOS, LAS

EL, LA, LO

LOS, LAS

 

DECLINAÇÃO DO ARTIGO DEFINIDO EM GREGO MODERNO

 

Masculine

Feminine

Neuter

Singular

Nominative

ο

[o]    O

η

[i]    A

το

[to] O,A

Genitive

του

[tu]   DO

της

[tis] DA

του

[tu] DO, DA

Accusative

τον

[ton] O

την

[tin] A

το

[to] O,A

Plural

Nominative

οι

[i]     OS

οι

[i]    AS

τα

[ta] OS,AS

Genitive

των

[ton] DOS

των

[ton] DAS

των

[ton] DOS,DAS

Accusative

τους

[tus] OS

τις

[tis] AS

τα

[ta]OS,AS

Em grego moderno o dativo desapareceu.

http://en.wikipedia.org/wiki/Modern_Greek_grammar#Definite_article

A DECLINAÇÃO DO ARTIGO DEFINIDO EM ALEMÃO

Definite article (strong)

Masculine

 Neuter

  Feminine

   Plural

Nominative

der   O

 das   O,A

  die  A

   die   OS, AS

Accusative

den  O

 das   O,A

  die  A

   die   OS, AS

Dative

dem AO

 dem AO, À

  der  À

   den  AOS, ÀS

Genitive

des  DO

 des   DO, DA

  der  DA

   der   DOS, DAS

Em alemão , tal  como em latim, as palavras assumem desinências diferentes conforme o caso.     http://en.wikipedia.org/wiki/German_articles

DECLINAÇÃO DO ARTIGO DEFINIDO :    * VOCATIVO :  - ó-; *NOMINATIVO: Sem preposição:  o, a, os ,as; um, uma, uns, umas; GENITIVO:com a preposição DE, do, da, dos das;  de um, de uma, de uns, de umas;dum duma, duns, dumas; DATIVO: com preposição PARA ,  para o, para a, para os, para as; DATIVO: com a preposição preposição A: ao, ás, aos ,ás ; ABLATIVO: com a  preposição EM,  no, na nos nas ; ABLATIVO: com a preposição POR: pelo, pela, pelos, pelas; ABLATIVO DE ORIGEM:  DE [ FROM] ; ACUSATIVO: sem preposição ,quando OBJETO DIRETO:  o, a , os, as, sempre igual ao NOMINATIVO.

EM PORTUGUÊS O NOMINATIVO E O ACUSATIVO SÃO SEMPRE IGUAIS ,no singular e no plural .No latim somente as palavras neutras tem nominativo e acusativo iguais no singular e no plural. Podemos e devemos imediatamente associar ao GENITIVO a preposição DE, ao DATIVO, associar  as  preposições  PARA e A;  AO ABLATIVO, associar  naturalmente  as  preposições  EM, e POR. Em latim substituimos essas preposições por teminações casuais acrescentadas ao tema da palavradeclinada.

Em latim existem três gêneros, masculino, feminino e neutro, dois números, singular e plural, cinco declinações, e seis casos que sempre enunciaremos nesta ordem: VOCATIVO',  -ó- , que podemos  omitir por ser SEMPRE IGUAL AO NOMINATIVO ,e de uso raro em prosa; NOMINATIVO, seguido do  GENITIVO, - DE- . NOMINATIVO E GENITIVO  que são apresentados juntos nos dicionários, por serem os identificadores do tipo de declinação.

 O DATIVO coloca-se'  entre genitivo e ablativo , porque , ora é igual ao genitivo  ora igual ao ablativo. O ABLATIVO  é  o caso chave na aprendizagem das declinações, por terminar em vogal no singular , a própria vogal temática, da respectiva declinação, e por útimo  colocamos o ACUSATIVO , que pode ser tirado imediatamente  do ablativo singular, acrescentando-se M para o singular e S, para o plural..

Esta ordem dos casos,  a saber,*VOCATIVO, *NOMINATIVO, *GENITIVO, *DATIVO*, *ABLATIVO *, e* ACUSATIVO* , um ordenamento que deixa  por  último o *ACUSATIVO*',  tem alto valor mneumônico ,  por facilitar  a dedução mental ordenada e a memorização das desinências  dos casos das cinco declinações cujas vogais tematicas são, pela ordem, A na OEUIE

Para aprender a ler e escrever latim temos de assimilar quanto antes  a  morfologia latina,  ou seja, entender o que  representam as cinco  declinações dos substantivos e  as duas dos adjetivos, os pronomes, seus tipos e  declinações, e os tipos de  numerais ;  aprender as quatro conjugações dos verbos latinos, nas vozes ativa e passiva; os verbos depoentes, uma aplicação importante  da voz passiva;  aprender rapidamente as  palavras invariáveis, dentre as quais, as conjunções e os advérbios as importantissimas preposições;  finalmente adquirir noções básicas da  sintaxe clássica e  o uso dos casos. Em suma, aprender latim é aprender a declinar e conjugar . Tudo isto pode ser entendido e aprendido, sans larmes',  utilizando-se desde o inicio textos clássicos , ou não, em ordem direta ou interlineares , para abreviar ou dispensar consulta a dicionarios. Ao escrever latim moderno , devemos ser capazes de não utilizar   dicionários. Nossos dois grandes dicionarios, o de SARAIVA,  o de GAFFIOT, e o de FARIA,  devem ser lidos frequentemente para coletar exemplos e familias de palavras.

Iniciaremos nossa exposição dos mecanismos da língua latina utilizando  textos latinos que sejam imediatamente  inteligíveis. As preposições e as conjunções são  básicas para  nossa explicação. As preposições, em latim,  sempre ligadas aos casos ablativo e  acusativo,  estabelecem  relações entre as palavras e podem substituir as terminações de dois casos oblíquos, do dativo – PARA- e do genitivo- DE-. Os  dois casos retos são o nominativo e o vocativo geralmente iguais no singular e certamente iguais no plural. O nominativo é a forma dos substantivos e dos adjetivos nos dicionarios

As conjunções ligam as orações entre si, nos períodos,  que podem ser bastante longos,  em certos textos escritos de modo clássico. Localizando as  conjunções,  e determinando imediatamente sua natureza, podemos fracionar um texto e entendê-lo  oração por oração.

Em cada oração identificaremos imediatamente , traduziremos e isolaremos  os conjuntos prepositivos, isto é,  as frases com preposição. Sobrarão em cada oração o verbo, geralmente a última palavra da oração ou frase, o objeto direto e o indireto, que completam o verbo. Os ablativos absolutos e outros elementos de caráter adverbial, locuções adverbiais, podem ser localizados ao mesmo tempo que as preposições.

O núcleo duro de cada oração conterá um sujeito indicado pela teminação do verbo, o verbo e os seus complementos, o objeto direto e o indireto. Os verbos e adjetivos podem estar modificados por advérbios importante categoria de palavras invariáveis. Os numerais e as palavras invariáveis são um presente para os estudantes de latim.

RELAÇÃO ENTRE AS PREPOSIÇÕES LATINAS E OS CASOS  ABLATIVO E  ACUSATIVO

Existe uma estreita relação entre as preposições e os casos  ablativo e  acusativo, que denominaremos casos preposicionais,  ou seja,  casos que podem ser utilizados com as preposições. Os gramáticos indicam esta  estreita relação entre as preposições e os dois casos mencionados dizendo que das preposições umas se constroem com acusativo, outras com ablativo, algumas com acusativo ou ablativo e raríssimas com genitivo

CITO.The Latim prepositions with ablative are:  A, ab, absque, coram, de/ Palam, clam, cum, ex, and e / Sine, tenus, pro, 'and  prae / Add : super, subter, sub, and  in, when 'state,' not 'motion, they mean. [ Kennedy's Shorter Latin Primer.]  From Michael Gilleland, Location: Conyers, Georgia, United States

 http://archive.org/details/revisedlatinprim00kenniala

Construir-se com ablativo significa que depois dessas preposições a palavra deve ter necessariamente a desinência ou a terminação de ablativo, da declinação correspondente. As terminações do ablativo no singular para cada declinação são : na 1a.) A,  na 2a.) O, na 3a.) E ou I,  na 4a.) U ,e  na  5a.) E. Ou seja, o ablativo singular, nas cinco declinações,  termina numa das cinco vogais, A, E,I, O U. No plural o ablativo termina em IS ou BUS , Termina em IS ou ABUS na 1ª declinação, en IS na 2ª declinação e em IBUS  na 3ª declinação , IBUS ou UBUS na 4ªdeclinação , e EBUS na 5ª.declinação. '

Palavras no ablativo terminam em AEIOU IS OU EM ABUS,EBUS,IBUS,OBUS, UBUS. Dada uma palavra no ablativo singular forma-se o ablativo plural acrescentando-se a terminação bus, salvo na 1ª, e na 2ª declinações, que fazem o ablativo plural em IS. Abus é terminação eventual na 1ª, ubus eventual na 4ª. obus ocorre nas declinações dos pronomes e numerais.

Latin prepositions with accusative are: Ante, apud, ad, adversus/ Circum, circa, citra, cis /Contra, inter, erga, extra/Infra, intra, iuxta, ob/ Penes, pone, post, and praeter/Prope, propter, per, secundum/Supra, versus, ultra, trans: Add super, subter, sub, and in, When 'motion  it is, not 'state' they mean. The Latim prepositions with ablative are:  A, ab, absque, coram, de/ Palam, clam, cum, ex, and e/Sine, tenus, pro, and prae/ Add : super, subter, sub, and in, when 'state,' not 'motion, they mean. .[ Kennedy's Shorter Latin Primer].

As preposições que regem o acusativo exigem que as palavras depois delas  tenham as desinencias ou terminações do acusativo. Das terminações do ablativo a e i o u formamos as do acusativo da seguinte maneira: no singular acrescentamos um m e no plural um s:  em am, um em, im, om,  um no singular e as, es os us es , no plural.

O poema de Castro Lopes  ensejou  um primeiro contato com a pronuncia, o vocabulario e a gramatica latina. É latim e é português, escrito na antiga ortografia denominada etimologica:

Alem de completar as preposições a função principal do acusativo é completar o sentido dos verbos transitivos  como  objeto direto. Também se emprega em exclamações e como sujeito de orações infinitivas.

VOCABULOS DA PRIMEIRA DECLINAÇÃO. MASCULINOS E FEMININOS DECLINADOS

Nota técnica: Apresentamos abaixo palavras latinas declinadas. Para decliná-las todas ao mesmo tempo, afetamos a ultima letra de um ponto final [.] :  a.,  ae., arum., is.,  etc.,  para poder utilizar a função substituir do windows. Substituir tudo  a. por ae.,  am., arum.. O mesmo mecanismo pode ser usado na declinação dos verbos.

VOCATIVO,  NOMINATIVO, E  ABLATIVO SINGULAR.

Em tempos remotos o ablativo terminava no singular em ad, ed, id, od, ud, Com a perda do d final, ficou terminando em vogal [ a, e, i, o, u]  no singular de todas as declinações. Como o nominativo termina em a, e o vocativo é sempre igual ao nominativo, temos como consequencia que  no singular da primeira declinação tres casos terminam em a. O vocativo e o nominativo não admitem preposições , mas o ablativo admite as seguintes: A, ab, absque, coram, de/ Palam, clam, cum, ex, and e/Sine, tenus, pro, and prae/ Add : super, subter, sub, and in, when 'state,' not 'motion, they mean.[ Kennedy's Shorter Latin Primer.] 

accola. adsecula. advena. agricola. alienigena. anguigena.  auriga.  cacula.  collega. conviva. faeniseca. flagritriba. fratricida.  ignigena. incola.  perfuga . plebicola.  rabula. regicida. rurigena. scriba.   scurra.  semilixa. serpentigena. silvicola. sororicida. tata. terrigena.  transfuga. agripeta. anachoreta. analecta. andabata. archipirata. artopta. athleta. bibliopola. brabeuta. chorocitharista.  cithara. citharista. clepta. cosmeta. danista. drapeta. grammatista. halophanta. hamiota. hippotoxota. idiota. lanista. mastigia. mysta. nauta. navita. ophthalmia. ophthalmias. palaestrita. palaestra. papa. papista. pharmacopola. pirata. poeta. popa. propola. tapeta. tyrannicida. agricola. agripeta. andabata. aparctia.  archimandrita.  athleta.  auriga.  baptista. bubsequa. caelicola. canonista. catoblepa. celta. clepta. collega. conlega. danista. drapeta. druida. galaxia. hippotoxota. idiota. idololatra. incola. mandragora. matricida. moabita. monticola. nauta. navita. neania. palaesta. palmatia. pancratiasta. pandecta. peltasta. pirata. poeta. propheta. pseudopropheta. ruricola.  sacricola. satrapa. scriba. sophista. sorita. sycophanta. transfuga. tyrannicida. vappa. xiphia. zelota. zeugita. zygostata. barba. betula. bracca. bruma. clepsydra.  casa. causa.  dea.   fama.  femina.  fenestra. filia. formula.  fortuna. fossa. fuga. gloria.  fama. ira. lingua. matella. poena. puella. spelunca. cava. tuba. amicitia. audacia. elegantia. copia. gratia.  injuria. inopia. prudentia.  scientia. alchimia. chemia. chemista. mathematica. medicina. physica.  theoria. arithmetica. mensura.  aurora.  silva. familia. mensa. philomela. pura. pudibunda. formosa.  purpurea. divina. rosa. pallida. matutina, aura. diva. canora. serena. bella. placida. inquieta. dura. procella. terra. flamma. lucida. porta.

GENITIVO E DATIVO SINGULAR NOMINATIVO E  VOCATIVO PLURAL

Embora em números diferentes , estes quatro casos  o genitivo singular, o dativo singular , o nominativo plural e o vocativo plural tem a mesma terminação, na primeira declinação, nenhum admitindo preposições. O genitivo admite posposições. Sobre isto consultar as gramaticas. Palavras da primeira declinação em genitivo singular. A terminação ae substitui a contração da preposição com o artigo: do , da, de um , de uma

accolae. adseculae. advenae. agricolae. alienigenae. anguigenae.  aurigae.  caculae.  collegae. convivae. faenisecae. flagritribae. fratricidae.  ignigenae. incolae.  perfugae. plebicolae.  rabulae. regicidae. rurigenae. scribae.   scurrae.  semilixae. serpentigenae. silvicolae. sororicidae. tatae. terrigenae.  transfugae. agripetae. anachoretae. analectae. andabatae. archipiratae. artoptae. athletae. bibliopolae. brabeutae. chorocitharistae.  citharae. citharistae. cleptae. cosmetae. danistae. drapetae. grammatistae. halophantae. hamiotae. hippotoxotae. idiotae. lanistae. mastigiae. mystae. nautae. navitae. ophthalmiae. ophthalmias. palaestritae. palaestrae. papae. papistae. pharmacopolae. piratae. poetae. popae. propolae. tapetae. tyrannicidae. agricolae. agripetae. andabatae. aparctiae.  archimandritae.  athletae.  auriga baptistae. bubsequae. caelicolae. canonistae. catoblepae. celtae. cleptae. collegae. conlegae. danistae. drapetae. druidae. galaxiae. hippotoxotae. idiotae. idololatrae. incolae. mandragorae. matricidae. moabitae. monticolae. nautae. navitae. neaniae. palaestae. palmatiae. pancratiastae. pandectae. peltastae. piratae. poetae. prophetae. pseudoprophetae. ruricolae.  sacricolae. satrapae. scribae. sophistae. soritae. sycophantae. transfugae. tyrannicidae. vappae. xiphiae. zelotae. zeugitae. zygostatae. barbae. betulae. braccae. brumae. clepsydrae.  casae. causae.  deae.   famae.  feminae.  fenestrae. filiae. formulae.  fortunae. fossae. fugae. gloriae.  famae. irae. linguae. matellae. poenae. puellae. speluncae. cavae. tubae. amicitiae. audaciae. elegantiae. copiae. gratiae.  '''''injuriae. inopiae. prudentiae.  scientiae. alchimiae. chemiae. chemistae. mathematicae. medicinae. physicae.  '''''theoriae. arithmeticae. mensurae.  aurorae.  silvae. familiae. mensae. philomelae. purae. pudibundae. formosae.  purpureae. divinae. rosae. pallidae. matutinae. aurae. divae. canorae. serenae. bellae. placidae. inquietae. durae. procellae. terrae. flammae. lucidae. portae.

ACUSATIVO SINGULAR

Latin prepositions with accusative are: Ante, apud, ad, adversus/ Circum, circa, citra, cis /Contra, inter, erga, extra/Infra, intra, iuxta, ob/ Penes, pone, post, and praeter/Prope, propter, per, secundum/Supra, versus, ultra, trans: Add super, subter, sub, and in, When 'motion  it is, not 'state' they mean. As seguintes palavras da primeira declinação estão em acusativo singular:

accolam. adseculam. advenam. agricolam. alienigenam. anguigenam.  aurigam.  caculam.  collegam. convivam. faenisecam. flagritribam. fratricidam.  ignigenam. incolam.  perfuga . plebicolam.  rabulam. regicidam. rurigenam. scribam.   scurram.  semilixam. serpentigenam. silvicolam. sororicidam. tatam. terrigenam.  transfugam. agripetam. anachoretam. analectam. andabatam. archipiratam. artoptam. athletam. bibliopolam. brabeutam. chorocitharistam.  citharam. citharistam. cleptam. cosmetam. danistam. drapetam. grammatistam. halophantam. hamiotam. hippotoxotam. idiotam. lanistam. mastigiam. mystam. nautam. navitam. ophthalmiam. ophthalmias. palaestritam. palaestram. papam. papistam. pharmacopolam. piratam. poetam. popam. propolam tapetam. tyrannicidam. agricolam. agripetam. andabatam. aparctiam.  archimandritam.  athletam.  aurigam. baptistam. bubsequam. caelicolam. canonistam. catoblepam. celtam. cleptam. collegam. conlegam. danistam. drapetam. druidam. galaxiam. hippotoxotam. idiotam. idololatram. incolam. mandragoram. matricidam. moabitam. monticolam. nautam. navitam. neaniam. palaestam. palmatiam. pancratiastam. pandectam. peltastam. piratam. poetam. prophetam. pseudoprophetam. ruricolam.  sacricolam. satrapam. scribam. sophistam. soritam. sycophantam. transfugam. tyrannicidam. vappam. xiphiam. zelotam. zeugitam. zygostatam. barbam. betulam. braccam. brumam. clepsydram.  casam. causam.  deam.   famam.  feminam.  fenestram. filiam. formulam.  fortunam. fossam. fugam. gloriam.  famam. iram. linguam. matellam. poenam. puellam. speluncam. cavam. tubam. amicitiam. audaciam. elegantiam. copiam. gratiam.  injuriam. inopiam. prudentiam.  scientiam. alchimiam. chemiam. chemistam. mathematicam. medicinam. physicam.  theoriam. arithmeticam. mensuram.  auroram.  silvam. familiam. mensam. philomelam. puram. pudibundam. formosam.  purpuream. divinam. rosam. pallidam. matutina, auram. divam. canoram. serenam. bellam. placidam. inquietam. duram. procellam. terram. flammam. lucidam. portam.

ACUSATIVO PLURAL. Como o português recebeu as palavras do latim, através do acusativo , recebemos algumas das terminações do acusativo plural latino, terminado em as, es, is, os, us. Por isso na lista abaixo muitas palavras são perfeitamente inteligíveis para os lusófonos.

Preposições que exigem acusativo. Latin prepositions with accusative are: Ante, apud, ad, adversus/ Circum, circa, citra, cis /Contra, inter, erga, extra/Infra, intra, iuxta, ob/ Penes, pone, post, and praeter/Prope, propter, per, secundum/Supra, versus, ultra, trans: Add super, subter, sub, and in, When 'motion  it is, not 'state' they mean.

accolas. adseculas. advenas. agricolas. alienigenas. anguigenas.  aurigas.  caculas.  collegas. convivas. faenisecas. flagritribas. fratricidas.  ignigenas. incolas.  perfugas. plebicolas.  rabulas. regicidas. rurigenas. scribas.   scurras.  semilixas. serpentigenas. silvicolas. sororicidas. tatas. terrigenas.  transfugas. agripetas. anachoretas. analectas. andabatas. archipiratas. artoptas. athletas. bibliopolas. brabeutas. chorocitharistas.  citharas. citharistas. cleptas. cosmetas. danistas. drapetas. grammatistas. halophantas. hamiotas. hippotoxotas. idiotas. lanistas. mastigias. mystas. nautas. navitas. ophthalmias. ophthalmias. palaestritas. palaestras. papas. papistas. pharmacopolas. piratas. poetas. popas. propolas. tapetas. tyrannicidas. agricolas. agripetas. andabatas. aparctias.  archimandritas.  athletas.  auriga baptistas. bubsequas. caelicolas. canonistas. catoblepas. celtas. cleptas. collegas. conlegas. danistas. drapetas. druidas. galaxias. hippotoxotas. idiotas. idololatras. incolas. mandragoras. matricidas. moabitas. monticolas. nautas. navitas. neanias. palaestas. palmatias. pancratiastas. pandectas. peltastas. piratas. poetas. prophetas. pseudoprophetas. ruricolas.  sacricolas. satrapas. scribas. sophistas. soritas. sycophantas. transfugas. tyrannicidas. vappas. xiphias. zelotas. zeugitas. zygostatas. barbas. betulas. braccas. brumas. clepsydras.  casas. causas.  deas.   famas.  feminas.  fenestras. filias. formulas.  fortunas. fossas. fugas. glorias.  famas. iras. linguas. matellas. poenas. puellas. speluncas. cavas. tubas. amicitias. audacias. elegantias. copias. gratias.  injurias. inopias. prudentias.  scientias. alchimias. chemias. chemistas. mathematicas. medicinas. physicas.  theorias. arithmeticas. mensuras.  auroras.  silvas. familias. mensas. philomelas. puras. pudibundas. formosas.  purpureas. divinas. rosas. pallidas. matutina, auras. divas. canoras. serenas. bellas. placidas. inquietas. duras. procellas. terras. flammas. lucidas. portas.

DATIVO  E ABLATIVO PLURAL.

O dativo não admite preposições e é igual ao ablativo no plural de todas as declinações. A forma de distinguir o dativo do ablativo, quando necessario,  é reforçar o ablativo com uma das seguintes preposições, já apresentadas.

The Latim prepositions with ablative are:  A, ab, absque, coram, de/ Palam, clam, cum, ex, and e/Sine, tenus, pro, and prae/ Add : super, subter, sub, and in, when 'state,' not 'motion, they mean.

accolis. adseculis. advenis. agricolis. alienigenis. anguigenis.  aurigis.  caculis.  collegis. convivis. faenisecis. flagritribis. fratricidis.  ignigenis. incolis.  perfugis. plebicolis.  rabulis. regicidis. rurigenis. scribis.   scurris.  semilixis. serpentigenis. silvicolis. sororicidis. tatis. terrigenis.  transfugis. agripetis. anachoretis. analectis. andabatis. archipiratis. artoptis. athletis. bibliopolis. brabeutis. chorocitharistis.  citharis. citharistis. cleptis. cosmetis. danistis. drapetis. grammatistis. halophantis. hamiotis. hippotoxotis. idiotis. lanistis. mastigiis. mystis. nautis. navitis. ophthalmiis. ophthalmias. palaestritis. palaestris. papis. papistis. pharmacopolis. piratis. poetis. popis. propola tapetis. tyrannicidis. agricolis. agripetis. andabatis. aparctiis.  archimandritis.  athletis.  auriga baptistis. bubsequis. caelicolis. canonistis. catoblepis. celtis. cleptis. collegis. conlegis. danistis. drapetis. druidis. galaxiis. hippotoxotis. idiotis. idololatris. incolis. mandragoris. matricidis. moabitis. monticolis. nautis. navitis. neaniis. palaestis. palmatiis. pancratiastis. pandectis. peltastis. piratis. poetis. prophetis. pseudoprophetis. ruricolis.  sacricolis. satrapis. scribis. sophistis. soritis. sycophantis. transfugis. tyrannicidis. vappis. xiphiis. zelotis. zeugitis. zygostatis. barbis. betulis. braccis. brumis. clepsydris.  casis. causis.  deis.   famis.  feminis.  fenestris. filiis. formulis.  fortunis. fossis. fugis. gloriis.  famis. iris. linguis. matellis. poenis. puellis. speluncis. cavis. tubis. amicitiis. audaciis. elegantiis. copiis. gratiis.  injuriis. inopiis. prudentiis.  scientiis. alchimiis. chemiis. chemistis. mathematicis. medicinis. physicis.  theoriis. arithmeticis. mensuris.  auroris.  silvis. familiis. mensis. philomelis. puris. pudibundis. formosis.  purpureis. divinis. rosis. pallidis. matutinis. auris. divis. canoris. serenis. bellis. placidis. inquietis. duris. procellis. terris. flammis. lucidis. portis.

Daqui para a frente nossos mestres de latim serão  os dicionarios. Um numero enorme de vocabulos latinos, tais  como as denominações geograficas, de  há 2000 anos atrás, e nomes próprios gregos e latinos, não tem importancia para escrever latim moderno sobre o mundo atual. Nossos dicionarios são os seguintes:

1. https://archive.org/details/F.rDosSantosSaraivaNoviss.Dic.LatinoPortuguez

2   http://archive.org/details/FelixGaffiotDictionnaireIllustr.LatinFrancais

3. https://archive.org/details/AntenorNascentesDicionaroEtimologicoDaLinguaPortuguesaTomoI

 

Para vocabulario moderno os dicionarios com informações etimologicas são indispensaveis.

Comments